sexta-feira, 19 de agosto de 2022

MIGALHAS DE PESO

  1. Home >
  2. De Peso >
  3. Incompatibilidade parlamentar

Incompatibilidade parlamentar

Prisioneiros de sua própria monstruosidade e dela não querem se libertar.

quinta-feira, 7 de abril de 2022

Atualizado em 8 de abril de 2022 11:34

(Imagem: Arte Migalhas)

Lula defendeu o diálogo entre os eleitores e seus representantes parlamentares.

Parlamentar existe para "parlar", para conversar. Tem obrigação de dialogar com aqueles que o elegeram. 

Para se eleger, o parlamentar vai à casa do eleitor pedir o voto, expor seus projetos, suas pretensões e os posicionamentos que adotará no cargo. 

Nada mais natural, portanto, que, eleito e no exercício do cargo, receba em sua casa o eleitor que o procura para dele cobrar e influenciar seu posicionamento na votação dos projetos. É da democracia. 

Como vereador de Capivari por dois mandatos, muitas vezes fui procurado em minha casa, em meu escritório e até no banco onde eu trabalhava para tratar de minha atuação na Câmara. 

Mas parlamentares bolsonarentos têm incompatibilidade com a atividade para a qual foram eleitos. Fascistas por excelência, só conhecem a bala como força argumentativa. 

Os bolsonarentos adulteraram a fala de Lula e cortaram exatamente a parte em que ele menciona a necessidade do diálogo ("não é para xingar não, é para conversar com ele"). Eles têm dificuldade de dialogar exatamente porque estão sempre distorcendo a verdade e criando mentiras. 

A "verdade" que os "liberta", preceito que BolsoNero furtou das sagradas escrituras e reduziu a mero bordão eleitoral, é a verdade da bala. São prisioneiros de sua própria monstruosidade e dela não querem se libertar. 

O que me preocupa é que essa onda de deputados armados pipocando nas redes sociais e ameaçando matar Lula vai incutindo na mente frágil de muitos de seus eleitores a ideia de que eliminar o ex-presidente é natural, é justificável e justificado. Não faltará um abilolado desses que tentará fazê-lo. 

Incompatíveis com a atividade parlamentar, os deputados covardes estão terceirizando um atentado político. 

Luís Antônio Albiero

VIP Luís Antônio Albiero

Procurador Municipal (São José dos Campos, SP). Graduado pela UNIMEP (Piracicaba). Foi vereador (Capivari, SP), advogado do Banespa, assessor jurídico (ALESP), Procurador da Câmara de Americana (SP).