sexta-feira, 20 de maio de 2022

MIGALHAS QUENTES

fechar

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. Cláusula que exonera Microsoft de prestar assistência técnica é abusiva
Direito do consumidor

Cláusula que exonera Microsoft de prestar assistência técnica é abusiva

A 5ª turma do TRF da 3º região condenou a Microsoft a prestar assistência técnica a usuários de softwares previamente instalados no computador.

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

A 5ª turma do TRF da 3º região deu provimento ao recurso do MPF e considerou abusiva cláusula contratual que eximia a Microsoft Informática LTDA. de prestar assistência técnica a usuários de softwares previamente instalados em computador. A empresa foi condenada a prestar suporte a todos os clientes. Segundo a decisão, os usuários dos produtos em questão, ao não contarem com a assistência técnica, correm o risco de não exercer os direitos que a lei 8.078/90 assegura.

Ao ajuizar a ação civil pública, MPF reivindicava a nulidade de cláusula de licenciamento de programa de computador e o reconhecimento do dever de informação sobre a exclusão da responsabilidade técnica. O termo na embalagem dos computadores isentava a Microsoft da prestação do apoio técnico, limitando-se a alertar o consumidor de que, ao abrir o pacote, ele concordava que teria lido e entendido o contrato de pré-instalação da empresa incluído no produto.

De acordo com o desembargador Federal Antonio Cedenho, relator, a cláusula que libera a Microsoft do dever de assistência técnica e o atribui exclusivamente ao fabricante ou integrador viola os direitos do consumidor e do usuário de programa de computador. "Cada consumidor que não pôde usar a assistência técnica da Microsoft teve prejuízos específicos, que retratam a perda do investimento e as despesas adicionais com o apoio operacional de terceiros", afirmou.

A disposição foi, então, considerada abusiva e a 5ª turma determinou que a empresa deve prestar assistência técnica a todos os usuários de software previamente instalado no computador.

  • Processo: 0024428-89.2002.4.03.6100

Confira a decisão.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 5/9/2013 08:49