sábado, 25 de setembro de 2021

MIGALHAS QUENTES

fechar

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. MPF pede que Globo divulgue campanha sobre direito das mulheres
Direito das mulheres

MPF pede que Globo divulgue campanha sobre direito das mulheres

Para Parquet, emissora deve adequar conteúdo do BBB às finalidades constitucionais da comunicação social.

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

O MPF enviou ao TRF da 3ª região parecer para que se determine à TV Globo que elabore e divulgue campanha de conscientização à população sobre os direitos das mulheres. A Procuradoria Regional da República da 3ª região pede que a emissora proceda à adequação da estrutura e do conteúdo do BBB às finalidades constitucionais da comunicação social, dentre as quais a promoção da igualdade de gênero e o combate à violência contra as mulheres.

E, por fim, que se determine à União, por meio da Secretaria de Comunicação Eletrônica do Ministério das Comunicações que fiscalize, de modo adequado, a transmissão do programa.

O parecer foi enviado ao tribunal em uma ACP proposta pelo MPF em 2012, após a edição do BBB daquele ano ter exibido imagens que deram margem à interpretação de que um suposto abuso sexual tivesse ocorrido durante o programa. A ação foi julgada improcedente em 1º grau, e o MPF apelou. O suposto abuso chegou a ser apurado pela Polícia Civil do RJ, mas o procedimento criminal foi arquivado após a própria participante ter afirmado se tratar de ato sexual consentido.

O procurador regional da República Walter Claudius Rothenburg, em seu parecer, afirmou que o fato de o inquérito policial ter sido arquivado não tem relevância para a ação civil, pois a pois a apreciação da perspectiva criminal do caso não impede uma análise sob outras perspectivas jurídicas. Por fim, o procurador destacou que é inegável o significativo poder de influência dos meios de comunicação sobre toda a sociedade.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 11/2/2014 09:11