sexta-feira, 20 de maio de 2022

MIGALHAS QUENTES

fechar

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. STF aprova súmula vinculante sobre cumprimento de pena na falta de estabelecimento adequado
Jurisprudência

STF aprova súmula vinculante sobre cumprimento de pena na falta de estabelecimento adequado

Verbete foi aprovado por maioria na plenária desta quarta-feira, 29.

quarta-feira, 29 de junho de 2016

O plenário do STF aprovou nesta quarta-feira, 29, por maioria, nova súmula vinculante sobre a impossibilidade da manutenção do condenado em regime prisional mais gravoso diante da falta de estabelecimento penal adequado.

O verbete aprovado foi proposto pelo ministro Luís Roberto Barroso. Confira:

"A falta de estabelecimento penal adequado não autoriza a manutenção do condenado em regime prisional mais gravoso, devendo-se observar nessa hipótese os parâmetros fixados no RE 641.320."

A proposta de súmula, inicialmente, foi formulada pelo Defensor Público-Geral, com o seguinte enunciado: "O princípio constitucional da individualização da pena impõe seja esta cumprida pelo condenado, em regime mais benéfico, aberto ou domiciliar, inexistindo vaga em estabelecimento adequado, no local da execução."

A proposta foi colocada em pauta na sessão de 13 de maio 2015, mas após a apresentação do verbete o ministro Barroso pediu vista, considerando ser importante esperar o julgamento do RE 641.320, com repercussão geral, sobre a questão.

Com efeito, em maio deste ano, o plenário finalizou o julgamento do recurso e concluiu que a falta de estabelecimento penal compatível com a sentença não autoriza a manutenção do condenado em regime prisional mais gravoso.

Na sessão de hoje, o ministro Barroso apresentou a proposta de acrescentar ao verbete a observância ao que foi fixado no julgamento do RE. A proposta foi acolhida pela maioria do plenário, vencido o ministro Marco Aurélio, que pontuou ter receio de um engessamento do Direito. "Receio porque a tendência é ter-se generalizações, é jogar-se na vala comum do menor esforço dados que possuem peculiaridades próprias." Para Marco Aurélio, não caberia reportar-se em verbete de súmula a uma certa decisão.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 29/6/2016 15:25