terça-feira, 25 de janeiro de 2022

MIGALHAS QUENTES

fechar

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. PGR pede que STF negue pedidos de Lula sobre suspeição de Moro
HC

PGR pede que STF negue pedidos de Lula sobre suspeição de Moro

Defesa de Lula apresentou publicação do site The Intercept que supostamente confirmariam a suspeição do ex-juiz.

sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

Em parecer encaminhado ao STF, o subprocurador-geral da República José Adonis Callou de Araújo Sá se manifestou pela rejeição de novos requerimentos apresentados pela defesa do ex-presidente Lula em HC que aponta a suspeição do ex-juiz Sergio Moro.

A defesa do ex-presidente invocou publicações feitas pelo site The Intercept que supostamente confirmariam a parcialidade do então juiz.

t

Parecer

A manifestação de José Adonis, coordenador do grupo de trabalho da lava jato no STF, se deu no âmbito de procedimento em que a defesa aponta como causa da suposta suspeição, o fato de Moro ter assumido o cargo de ministro da Justiça.

Para o subprocurador, neste momento, não cabe análise de mérito uma vez que o HC ainda não foi apreciado pelo STJ. Afirmou ainda, que não há indícios que apontem a conduta parcial de Moro.

Na manifestação, José Adonis afirma que o material do site The Intercept não pode ser utilizado para o fim pretendido em virtude de seu caráter ilícito, e por não ser possível aferir sua autenticidade e integridade. Para ele, mesmo se essa conferência fosse possível, o material não demonstra qualquer conduta ilícita que pudesse justificar a suspeição do ex-juiz.

"Ainda que fossem lícitas e autênticas, não demonstram conluio ou suspeição e as decisões proferidas pelo juiz estão embasadas em fatos, provas e na lei e, embora intensamente questionadas no Judiciário, foram confirmadas".

O subprocurador reafirmou manifestação anterior da PGR, enfatizando que um exame amplo e atento da atuação de Moro nas investigações e processos relacionados a Lula demonstra imparcialidade: "Sua atuação observou o mesmo tratamento dado aos demais casos no âmbito da Operação Lava Jato, estando amparada em fatos, provas e em interpretações legítimas da lei".

Neste contexto, o subprocurador requereu preliminarmente que não seja admitida a apreciação no HC dos novos requerimentos apresentados pela defesa. No mérito, pediu para que sejam julgados improcedentes todos os pedidos formulados no HC, reconhecendo a ausência de suspeição do magistrado.

Veja a íntegra da manifestação.

Informações: MPF.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 6/12/2019 07:58