terça-feira, 26 de maio de 2020

ISSN 1983-392X

Pandemia

Hospital que atendeu comitiva de Bolsonaro deve mostrar lista de infectados por coronavírus

Em suas redes sociais, o presidente nega estar infectado pelo vírus.

sexta-feira, 20 de março de 2020

A juíza Federal Raquel Soares Chiarelli, da 4ª vara do DF, determinou que o HFA - Hospital das Forças Armadas informe imediatamente ao governo do Distrito Federal a relação completa dos pacientes infectados pelo novo coronavírus.

Uma parte da comitiva que viajou com Bolsonaro para os EUA fez exames nesta unidade de saúde e testou positivo para o coronavírus. Em suas redes sociais, no entanto, o presidente nega estar infectado.

t

A ação foi proposta pelo governo do DF, o qual alega que o HFA se negou a fornecer a lista de pessoas diagnosticadas na unidade. Na decisão, a magistrada também fixou multa de R$ 50 mil por cada paciente cuja informação for sonegada.

Para a juíza, não se justifica, sob nenhuma perspectiva, a negativa da União em fornecer essas informações ao Distrito Federal, que tem competência constitucional para coordenar e executar as ações e serviços de vigilância epidemiológica em seu território.

"Já é notório que a devida identificação dos casos com sorologia positiva para o COVID-19 é fundamental para a definição de políticas públicas para o enfrentamento urgente e inadiável da pandemia, a fim de garantir a preservação do sistema de saúde e o atendimento da população."

Veja a íntegra da decisão.

______________

Para que o leitor encontre as notícias jurídicas específicas sobre coronavírus, reunimos todo o material em um site especial, constantemente atualizado. Veja: www.migalhas.com.br/coronavirus

 

t

 

patrocínio

últimas quentes

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram