quarta-feira, 8 de julho de 2020

ISSN 1983-392X

Câmbio, Desligo

Schietti mantém decisão de Bretas e concede prisão domiciliar a Dario Messer

Messer faz parte do grupo de risco da covid-19.

quarta-feira, 1 de abril de 2020

O ministro Rogério Schietti, do STJ, manteve decisão do juiz Marcelo Bretas e concedeu HC a Dario Messer, o “doleiro dos doleiros”, para a substituição da prisão preventiva pela prisão domiciliar. A ação chegou ao STJ após desembargador do TRF-2 derrubar a decisão de Bretas.

t

Em 1º grau, a defesa de Masser alegou que tem 61 anos e é hipertenso. Além disso, esteve internado em hospital no período de 18 a 20 de março, o que o coloca no grupo de risco do cornavírus, “bem como possível transmissor da doença, sendo necessária a sua transferência imediata para a sua residência”. Com base na recomendação 62/20 do CNJ, o juiz Marcelo Bretas decidiu ser plausível a substituição da prisão preventiva pela prisão domiciliar por uma “questão humanitária e de saúde pública”.

O MPF impetrou mandado de segurança e, por meio de liminar, o desembargador Abel Gomes, do TRF da 2ª região, derrubou a decisão de Bretas. Para o magistrado, Messer possui capacidade logística e financeira de escapar à aplicação da lei penal, já que houve a “apreensão de documentos falsos, constante alteração das feições físicas e remessa por interpostas pessoas de significativas quantias de dinheiro em espécie que lhe permitiram manter a condição de foragido por extenso período.

Por sua vez, o ministro Schietti entendeu que o MPF que o mandado de segurança incorre em erro processual.

“Não se pode alargar o espectro de utilização do MS, de forma a permitir seu manejo pelo órgão de acusação como substituto de recurso em sentido estrito, de recurso especial etc., nas hipóteses em que não se verifica situação anormal, que desperta o tirocínio do aplicador do direito.”

Levando em conta a jurisprudência da Corte, Schietti concedeu o HC e o pleito de urgência, a fim de tornar sem efeito a liminar concedida pelo TRF-2.

Os advogados Átila MachadoLeonardo Peret Luiz Castro do escritório MCP| advogados – Machado, Castro e Peret, e Francisco de Paula atuam na defesa de Dario Messer.

Veja a íntegra da decisão.

________________

_____________

 Para que o leitor encontre as notícias jurídicas específicas sobre coronavírus, reunimos todo o material em um site especial, constantemente atualizado. Acesse: www.migalhas.com.br/coronavirus

t

patrocínio

Advertisement

últimas quentes

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram