quarta-feira, 3 de junho de 2020

ISSN 1983-392X

Tecnologia

Coronavírus: Escritório de advocacia realiza sua 1ª audiência virtual

Mesmo durante a pandemia, a Justiça precisa continuar atuando e os meios eletrônicos e as soluções autocompositivas de conflito (conciliação e mediação) são caminhos viáveis para isso.

segunda-feira, 6 de abril de 2020

No último dia 2, a Lee, Brock, Camargo Advogados (LBCA) realizou  sua 1ª audiência remota, em Cejusc vinculado ao TRT da 15ª região, ratificando o entendimento de alguns tribunais que, mesmo durante a pandemia, a Justiça precisa continuar atuando e que os meios eletrônicos e as soluções autocompositivas de conflito (conciliação e mediação) são caminhos viáveis para isso.

t

No sentido de conter o avanço da covid-19, muitas atividades da Justiça brasileira pararam presencialmente. Agora, com as audiências virtuais do TRT da 15ª região, por exemplo, que abrange demandas 20 milhões de jurisdicionados, essa realidade está mudando, sem burocracia.

Basta que o advogado envie um e-mail com a demanda ao respectivo Cejusc vinculado ao Tribunal, explica a  advogada e sócia da Lee, Brock, Camargo Advogados (LBCA), Tereza Cristina Ribeiro Vilardo.

Para ela, as audiências virtuais via Cejusc são um facilitador para as partes:

“A medida  contribuirá  para que nesse ano tão peculiar, as empresas minorem seus passivos decorrentes de processos judiciais já existentes, que pretensões da parte adversa sejam atendidas, além da contribuição para a redução de processos judiciais no Brasil, que no último Relatório  do Justiça em Números, do CNJ apontava para o número de quase 80 milhões.”

__________

__________

Para que o leitor encontre as notícias jurídicas específicas sobre coronavírus, reunimos todo o material em um site especial, constantemente atualizado. Acesse: www.migalhas.com.br/coronavirus

t

patrocínio

Advertisement

últimas quentes

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram