sexta-feira, 29 de maio de 2020

ISSN 1983-392X

Pronunciamento

Tratamento não pode ser mais danoso que a doença, diz Bolsonaro em novo pronunciamento

Presidente também disse que cada país tem suas particularidades e a solução não é a mesma para todos.

quarta-feira, 8 de abril de 2020

O presidente Jair Bolsonaro fez novo pronunciamento em rede nacional nesta quarta-feira, 8. Mantendo o posicionamento de falas anteriores, o presidente voltou a dizer que a grande maioria dos brasileiros quer voltar a trabalhar, que esta é sua orientação a seus ministros e que "as consequencias do tratamento não podem ser mais danosas do que a propria doença".

O presidente também mandou recado à equipe do Executivo: disse que tem a responsabilidade de decidir sobre as questões do país de forma ampla, usando os ministros que escolheu para conduzir os destinos da nação. "Todos devem estar sintonizados comigo."

Segundo Bolsonaro, cada país tem suas particularidades, e a solução não é a mesma para todos.

Em sua fala, o presidente disse que respeita a autonomia de governadores e prefeitos para tomar medidas contra o coronavírus, mas que "o governo Federal não foi consultado sobre sua amplitude ou duração".

"O desemprego também leva à pobreza, à fome, à miséria, enfim, à própria morte. Com esse espírito, instruí meus ministros."

O presidente também voltou a falar do uso da hidroxicloroquina contra o coronavírus. Segundo Bolsonaro, embora ainda em fase de testes, o medicamento foi utilizado a dezenas de pacientes com covid-19 e tem mostrado bons resultados.

____________

Para que o leitor encontre as notícias jurídicas específicas sobre coronavírus, reunimos todo o material em um site especial, constantemente atualizado. Acesse: www.migalhas.com.br/coronavirus

t

informativo de hoje

patrocínio

Advertisement

últimas quentes

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram