quarta-feira, 21 de abril de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Inq 4.781

Senador Randolfe Rodrigues pede prisão de Weintraub no inquérito das fake news

Pedido do parlamentar aponta reiteração de conduta por parte do ministro da Educação.

segunda-feira, 15 de junho de 2020

t

O senador Randolfe Rodrigues pediu nesta segunda-feira, 15, a prisão do ministro da Educação Abraham Weintraub.

O pedido foi feito no inquérito relatado pelo ministro Alexandre de Moraes, que apura fake news, ofensas e ameaças a integrantes do Supremo, ao Estado de Direito e à democracia.

De acordo com o parlamentar, neste domingo, 14, o ministro da Educação reiterou a conduta apontada por Moraes como indicativo de crimes de injúria e difamação e contra a segurança nacional, quando Weintraub afirmou, na reunião ministerial de abril: "Eu, por mim, botava esses vagabundos todos na cadeia. Começando no STF".

"Em participação em manifestação de apoio ao presidente Jair Bolsonaro e contra os demais Poderes constituídos, o Sr. Abraham Weintraub, questionado por outro manifestante, afirmou que: "Já falei minha opinião, o que faria com esses vagabundos."

Randolfe Rodrigues alega na petição que a posição de ministro de Estado faz com que Abraham Weintraub tenha "um potencial de incentivo muito grande", e que sua conduta viola a lei de segurança nacional e de crime de responsabilidade.

"A reiteração da conduta demonstra seu total desrespeito a princípios basilares da Constituição e de nosso regime democrático, devendo ser tomadas medidas mais drásticas que a simples tomada de depoimento do Ministro."

Assim, o senador requer ao ministro Alexandre de Moraes que determine, além da tomada de depoimento de Abraham Weintraub, seu afastamento do cargo de ministro da Educação, a busca e apreensão de celulares e computadores, com a quebra do sigilo, e a prisão temporária ou preventiva do ministro.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 15/6/2020 19:31

LEIA MAIS