domingo, 16 de maio de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Coronavírus

Latam não indenizará consumidora por voo cancelado durante pandemia

Para o colegiado, a empresa foi tão vítima da situação quanto a mulher.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2021

A 3ª turma Recursal do TJ/RJ reformou sentença e afastou condenação da companhia aérea Latam por voo cancelado durante a pandemia. Para o colegiado, o período de calamidade atingiu a todos indistintamente e a empresa foi tão vítima da situação quanto a mulher.

(Imagem: Pixabay)

(Imagem: Pixabay)

A consumidora buscou a Justiça alegando que adquiriu passagens ofertadas pela Latam para retornar de Joanesburgo ao Brasil. Porém, o voo foi cancelado em razão da pandemia e ela foi realocada para voo que seria realizado quatro dias após, voo este que também foi cancelado. Por fim, relatou que somente conseguiu retornar para o Brasil em razão de ter solicitado auxílio à embaixada brasileira.

O juízo de primeiro grau atendeu ao pedido da mulher e condenou a empresa ao pagamento de R$ 4.815,68 por danos materiais e R$ 5 mil por danos morais. Para o magistrado, como o voo não foi realizado, é direito do consumir o reembolso.

Publicidade

Ao analisar recurso interposto pela Latam, a relatora, juíza de Direito Marcia da Silva Ribeiro, ressaltou que, ao contrário do que entendeu o juízo de primeiro grau, nenhuma responsabilidade poderia ser atribuída à empresa, já que foi tão vítima da situação quanto a mulher.

"Anote-se que a pandemia a todos atingiu indistintamente. Clara hipótese de ocorrência de força maior a afastar a responsabilidade da recorrente. Recorrida optou em viajar no período da pandemia, assumindo com esta conduta os riscos dessa advindo."

Assim, reformou a sentença, julgando os pedidos improcedentes.

O escritório Lee, Brock, Camargo Advogados (LBCA) atua pela companhia aérea.

  • Processo: 0012876-39.2020.8.19.0209

Veja a decisão.

_________

t

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 18/1/2021 07:43

LEIA MAIS