sexta-feira, 22 de outubro de 2021

MIGALHAS QUENTES

fechar

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. OAB/SP notifica Nelson Wilians para que cesse publicidade em jornais
Publicidade na advocacia

OAB/SP notifica Nelson Wilians para que cesse publicidade em jornais

Tribunal de Ética da Ordem afirma que peças publicadas pelo escritório têm caráter mercantilista.

segunda-feira, 9 de agosto de 2021

O Tribunal de Ética da OAB/SP notificou o advogado Nelson Wilians Fratoni Rodrigues, determinando que cesse imediatamente qualquer publicidade própria ou do escritório Nelson Wilians Advogados, por qualquer meio capaz de atingir número indeterminado de pessoas, especialmente jornais de grande circulação.

Afirma, ainda, que a banca deve encerrar o patrocínio e que proceda à imediata exclusão de futuras publicações de tiras de Laerte, cartunista, do nome, iniciais, logo ou QR code do escritório, e que não utilize personagens que induzam à identificação própria, do escritório e de seus sócios.

A reação da Ordem, em ofício assinado pelo presidente do TED, Carlos Kauffmann, se deu após a banca publicar em jornais de grande circulação, como Folha de S.Paulo, informe publicitário de folhas inteiras divulgando uma série sobre a história da advocacia.

Segundo o documento enviado pela Ordem ao advogado, Nelson Wilians teria veiculado material publicitário de caráter mercantilista, e que foi veiculada publicidade indevida no jornal, em que o escritório aparece como patrocinador do primeiro capítulo de 21 tiras elaboradas pela cartunista Laerte, com "indevida menção ao logo, iniciais e QRcode do escritório".

A OAB/SP afirma que, mesmo após a Ordem ampliar as possibilidades de divulgação da atividade profissional, com novas regras aprovadas em julho pela OAB, "não é o que se vislumbra, com o devido respeito, com as três imagens divulgadas". Diz a entidade que a adoção de medidas é urgente e deve ser imediatamente adotada pelo escritório, sob pena de caracterizar, além das violações ético-disciplinares, infração disciplinar.

Confira o documento.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 9/8/2021 15:18