sábado, 21 de maio de 2022

MIGALHAS QUENTES

fechar

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. Revista Piauí está proibida de publicar sobre caso de Marcius Melhem
Censura | Piauí | Marcius Melhem

Revista Piauí está proibida de publicar sobre caso de Marcius Melhem

"O que mais você quer, filha, para calar a boca?", teria dito o humorista referindo-se à Dani Calabresa. A Piauí, em dezembro de 2020, publicou extensa reportagem sobre acusações de assédio moral e sexual supostamente feitas por Marcius Melhem.

quarta-feira, 25 de agosto de 2021

Nesta quarta-feira, 25, a revista Piauí publicou reportagem dizendo que está proibida de publicar matérias com os desdobramentos do caso envolvendo o humorista Marcius Melhem e acusações de assédio sexual por ordem da Justiça do Rio de Janeiro. 

De acordo com o veículo de comunicação, a juíza Tula Corrêa de Mello, da 20ª vara Criminal da Justiça do RJ, suspendeu as publicações de matérias desde o dia 12 de agosto "pelo tempo que durarem as investigações".

(Imagem: Marcus Leoni/Folhapress)

(Imagem: Marcus Leoni/Folhapress)

O caso

Em dezembro de 2020, a Piauí publicou reportagem intitulada "O que mais você quer, filha, para calar a boca?". A fala seria de Marcius Melhem sobre a também humorista Dani Calabresa. A extensa reportagem ouviu 43 pessoas, dentre elas, pessoas que se dizem vítimas de assédio sexual, outras de assédio moral e também vítimas dos dois tipos de assédio, o sexual e o moral.

A matéria dá detalhes de episódios com Dani Calabresa: ele teria tentado beijá-la à força e, com a genitália exposta, teria pressionado o corpo da artista contra a parede. 

A revista também critica o silêncio da emissora Globo. Naquele mês em que Marcius teria feito a pergunta que intitula a reportagem, a Piauí diz que a Globo renovou o contrato de Calabresa por mais três anos. "A atriz ganhou um aumento de salário significativo", detalha.

Desdobramentos jurídicos

A revista diz que Marcius Melhem acionou a Justiça enquanto combinavam uma data maior para que o humorista se pronunciasse sobre as denúncias no âmbito de uma reportagem de apuração. O objetivo de Melhem seria a censura da Piauí para impedir a publicação dessa matéria.

O humorista obteve êxito e a juíza Tula Corrêa de Mello ainda determinou que, caso a revista publicasse algo sobre o caso, teria de pagar R$ 500 mil de multa, além do recolhimento dos exemplares da revista nas bancas e da remoção da reportagem do seu site. 

Hoje, o humorista se pronunciou nas redes sociais.

(Imagem: Reprodução/Twitter)

(Imagem: Reprodução/Twitter)

Vale lembrar que corre na Justiça outro processo, também iniciado por Melhem. Assim que a 1ª reportagem saiu, o humorista processou a Piauí acusando-a de fazer uma matéria mentirosa e tendenciosa. Segundo informa a revista, o juiz Eduardo Tobias de Aguiar Moeller, da 2ª vara Cível do Foro Regional de Pinheiros/SP negou os pedidos do humorista.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 25/8/2021 20:36