domingo, 28 de novembro de 2021

MIGALHAS QUENTES

fechar

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. Ministro Cueva destaca aumento da produtividade do STJ na pandemia
IX Fórum Jurídico de Lisboa

Ministro Cueva destaca aumento da produtividade do STJ na pandemia

Ele acredita que os ganhos tecnológicos devem ser incorporados à prática judiciária da Corte.

terça-feira, 16 de novembro de 2021

O STJ teve aumento enorme de produtividade durante a pandemia, foi o que afirmou o ministro Villas Bôas Cueva, em entrevista concedida ao Migalhas nesta terça-feira, 16.

O ministro destacou que a Corte julgou mais, e que houve mudança nas práticas, sobretudo tecnológicas, que provavelmente vieram para ficar.

 

Cueva destacou como uma das mudanças relevantes a maneira com que os advogados são recebidos no STJ. O atendimento agora se faz ou por telefone ou pelas plataformas digitais, de uma maneira a facilitar o acesso do advogado ao tribunal, sem que seja necessário o deslocamento a Brasília.

Para o ministro, as sessões telepresenciais têm funcionado de maneira surpreendentemente eficiente, o que permite que todos possam também ter acesso à tribuna do Tribunal sem ter que se deslocar presencialmente. E, para os ministros, o modelo também tem sido muito bom. "Mas é claro que agora já é tempo de voltar."

Cueva ainda destacou mudanças importantes no Plenário Virtual, que já existia, mas foi aperfeiçoado.

"A perspectiva é que, apesar de todas as perdas e do sofrimento com a pandemia, esses ganhos na tecnologia sejam incorporados à nossa prática judiciária, em prol do jurisdicionado e de uma prestação jurisdicional mais célere e mais efetiva."

IX Fórum Jurídico de Lisboa

De 15 a 17 de novembro, acontece em Lisboa o IX Fórum Jurídico de Lisboa. Neste ano, o evento tem como tema "Sistemas Políticos e Gestão de Crises".

A Faculdade de Direito é palco de palestras, painéis e mesa redonda, nos quais os convidados debatem sobre a crise sanitária e as restrições aos direitos fundamentais; responsabilidade civil do Estado e limites orçamentais.

O evento é organizado pelo IDP - Instituto Brasiliense de Direito Público, pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, pelo CJP - Instituto de Ciências Jurídico-políticas, pelo CIDP - Centro de Investigação de Direito Público, pelo FUBE - Fórum de Integração Brasil Europa e pela FGV - Fundação Getúlio Vargas.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 16/11/2021 14:21