quinta-feira, 26 de maio de 2022

MIGALHAS QUENTES

fechar

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. Fundação e influencer arrecadam mais de R$ 2,5 mi para vítimas em MG
Enchentes

Fundação e influencer arrecadam mais de R$ 2,5 mi para vítimas em MG

Chuvas causaram enchentes, deslizamentos e inúmeros danos à população. Todo o valor arrecadado pela Fundamar, entidade de Direito Privado, será revertido às famílias necessitadas.

quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

Mais de R$ 2,5 milhões foram arrecadados em ação social para ajudar as famílias vítimas das fortes chuvas que assolaram o Estado de Minas Gerais neste início de 2022. A ação foi possível a partir de um convênio entre a Fundamar - Fundação 18 de Março com o influenciador digital Henrique Maderite.

(Imagem: Eduardo Anizelli/Folhapress)

Fortes chuvas assolam Estado de MG. (Imagem: Eduardo Anizelli/Folhapress)

Presidida pelo advogado Stanley Martins Frasão, a entidade é uma fundação de Direito Privado sem fins lucrativos que desenvolve ações sociais. Em 2022, o grupo uniu-se ao influencer Henrique Maderite, hoje com 768 mil seguidores no Instagram, para arrecadar valores a serem convertidos em itens de necessidades básicas.

Por meio do convênio, o influenciador divulgou a ação em suas redes, bem como intermediou a logística, com a indicação de destinatários finais e a entrega dos itens. As doações alcançaram, em 76 horas, o valor de R$ 2.612.769,36 (valor contabilizado até o dia 17).

Em nota, a Fundação agradeceu aos mais de 29.500 doadores, que atenderam ao chamado de Henrique Maderite, rendendo a este aplausos pela disponibilidade e gestão da ação social.

 A prestação de contas poderá ser acompanhada pelo site: www.quemfezfez.com.br, sem prejuízo da prestação de contas que a Fundamar faz anualmente à Promotoria de Justiça especializada na tutela das fundações do MP/MG.

Ações anteriores

A fundação já foi responsável por várias outras importantes ações sociais. A Fundamar, após 35 anos de convênio com a secretaria de Estado de educação de MG, recebeu notificação sobre a não renovação, o que causou o encerramento das atividades da Escola Estadual Fundamar, até então com sede na zona rural de Paraguaçu/MG. O projeto oferecia oficinas de artes e ofícios, fiação, cerâmica, cestaria, marcenaria, horta, recreação, música/banda e biblioteca, no contraturno dos estudantes.

Vale registrar, por fim, convênio entre a fundação e o Instituto Mano Down (https://www.manodown.com.br) por meio do qual escritório de advocacia, interveniente, se comprometeu a prestar assistência jurídica pro bono ao Instituto, mostrando o seu compromisso com a inclusão de quem carrega consigo a trissomia do 21.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 19/1/2022 15:31