quinta-feira, 26 de maio de 2022

MIGALHAS QUENTES

fechar

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. Mulheres são maioria na OAB, mas só 18% presidem seccionais
Baixa representatividade

Mulheres são maioria na OAB, mas só 18% presidem seccionais

Das 27 seccionais, apenas 5 são presididas por advogadas. 22, por sua vez, têm mulheres na vice-presidência.

quarta-feira, 26 de janeiro de 2022

Ainda é baixa a representatividade de mulheres em cargos de poder relacionados à Justiça. A advocacia é um exemplo de números alarmantes: embora o Brasil tenha mais advogadas do que advogados, (são 624.285 mulheres e 615.989 homens inscritos na OAB), apenas 5 das 27 seccionais são presididas por mulheres - ou 18,5%.(Imagem: Arte Migalhas)

Embora o número seja baixíssimo, o resultado das últimas eleições foi melhor no que se refere à presença feminina do que nos anos anteriores. Pela primeira vez, uma mulher assume a presidência da OAB/SP, por exemplo - que é a maior seccional do país, com 333 mil advogados.

Presidência e vice

Ao todo, candidataram-se para a presidência das OABs 23 mulheres e 59 homens - o que representa 28% de candidaturas femininas. Destas, foram eleitas 5 mulheres (18,5%) e 22 homens.

Por sua vez, mulheres apareceram a mancheias como candidatas a vice. Foram 60 candidatas à vice-presidência. Destas, 22 foram eleitas, e apenas 5 homens.

(Imagem: Arte Migalhas)

(Imagem: Arte Migalhas)

11 Estados não tinham sequer candidatas mulheres. São eles: AC, AL, AM, CE, MA, PA, PE, PI, RS, RR, SE.

Presidência de tribunais

Na presidência de Tribunais, os números também são baixos. Veja mais aqui

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 26/1/2022 11:54