MIGALHAS QUENTES

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. Migalhas Quentes >
  4. "Postura de botequim", diz advogado chamado de "poodle" por promotor
Júri | Ataques

"Postura de botequim", diz advogado chamado de "poodle" por promotor

Em entrevista ao Migalhas, advogado ofendido em Júri diz que episódios semelhantes não podem ser tidos como normais.

Da Redação

quinta-feira, 8 de dezembro de 2022

Atualizado em 9 de dezembro de 2022 10:30

Em entrevista ao Migalhas, o advogado Marcos Vinícios Barrios, ofendido por um promotor no Tribunal do Júri, lamentou o episódio, disse que o membro do parquet tem histórico de desrespeito e enfatizou que episódios semelhantes não podem ser tidos como normais.

Na ocasião, quando acontecia a defesa do réu, o promotor disse que o advogado parecia "um poodle latindo para um pitbull". Barrios questionou se seria admitido que um advogado falasse o mesmo de um promotor.

Para o advogado, é preciso que o Poder Judiciário e o juiz presidente não sejam omissos, pois o juiz está ali para manter a ordem do Júri. Ele ainda ressalta que o promotor já teve outras atitudes parecidas, e que nenhuma medida é tomada.

Questionado se episódios como o que ele passou são "normais" durante sessões do Tribunal do Júri, Barrios ressaltou que não pode ser tido como corriqueiro.

"A postura dele se assemelha a uma briga de botequim, de estádio de futebol, fere a liturgia do Tribunal do Júri. Foi desrespeitoso com o réu, a família da vítima e com os jurados. Lamento que isso possa seguir acontecendo por esse cidadão. É necessário que se ataque os argumentos, não o argumentador."

Acerca da acusação de ter ofendido a honra do promotor, Barrios explica que isso não aconteceu. Segundo o advogado, ele apenas disse fatos que estavam nos autos e que não houve ataque à honra do promotor.

Relembre

Durante julgamento do Caso Eliseu Santos, ex-vice-prefeito de Porto Alegre e ex-secretário da Saúde morto em 2010, o advogado e o promotor se estranharam.

Quando o advogado fazia a defesa do seu cliente, o membro do parquet diz que o advogado é agressivo, está inseguro e "parece um poodle latindo para um pitbull". O advogado, então, pede respeito.

Em outro momento, o promotor diz que sua honra está sendo ofendida e os ânimos se exaltam.

Patrocínio

Patrocínio Migalhas