O que saiu em Migalhas sobre Alfredo Stroessner
Migalhas

O que saiu em Migalhas sobre Alfredo Stroessner

Veja o que saiu no Migalhas sobre Alfredo Stroessner
/coluna/porandubas-politicas
quarta-feira, 6/11/2019

Porandubas nº 643

Há uma crise no entorno do governo e o analista político Gaudêncio Torquato elenca os cenários bolsonarianos e o que tem por vir.

...o secretário pessoal de Alfredo Stroessner, que comandou o governo militar paraguaio, tomou posse como presidente. No Peru, Ollanta Humala foi substituído inicialmente pelo economista liberal Pedro Pablo Kuczynski, que renunciou. O país passou a ser...
Porandubas nº 643
/coluna/porandubas-politicas
quarta-feira, 27/3/2019

Porandubas nº 613

O governo Bolsonaro, em 90 dias de vida, segundo Gaudêncio Torquato, exibe farta autossuficiência.

... chamou o falecido ditador Alfredo Stroessner de "estadista". O PSL, partido maior do governo, é um saco de gatos. Paulo Guedes até desistiu de ir à CCJ na Câmara explicar a nova Previdência. Os descrentes "Quando um homem vem me dizer que não crê...
Porandubas nº 613
/pilulas
segunda-feira, 27/3/2017

Baú migalheiro

Há 52 anos, no dia 27 de março de 1965, foi inaugurada a Ponte da Amizade, pelos presidentes Castelo Branco e Alfredo Stroessner. Localizada sobre o Rio Paraná, a ponte liga o Paraguai às rodovias brasileiras e ao Porto de Paranaguá. ...

...presidentes Castelo Branco e Alfredo Stroessner. Localizada sobre o Rio Paraná, a ponte liga o Paraguai às rodovias brasileiras e ao Porto de Paranaguá. "Sobre a fronteira fluvial que nos separava, lançamos esta armação...
Baú migalheiro
/amanhecidas
segunda-feira, 27/3/2017

MIGALHAS nº 4.079

Informações jurídicas de segunda-feira, 27 de março de 2017.

...presidentes Castelo Branco e Alfredo Stroessner. Localizada sobre o Rio Paraná, a ponte liga o Paraguai às rodovias brasileiras e ao Porto de Paranaguá. (Clique aqui) Sorteio A obra "Sociedade Anônima e Mercado de Valores...
MIGALHAS nº 4.079
/depeso
terça-feira, 30/1/2007

A crise política equatoriana de 2005: reflexos na prática do asilo e da extradição.

Rogério Duarte Fernandes dos Passos

O presente texto objetiva investigar a crise política equatoriana de 2005 e os possíveis reflexos que decorreriam do asilo no Brasil e também de possível extradição do ex-presidente do país.

O presente texto objetiva investigar a crise política equatoriana de 2005 e os possíveis reflexos que decorreriam do asilo no Brasil e também de possível extradição do ex-presidente do país.
A crise política equatoriana de 2005: reflexos na prática do asilo e da extradição.
Não há mais resultados para serem exibidos.