O que saiu em Migalhas sobre Dante Amaral
Migalhas

O que saiu em Migalhas sobre Dante Amaral

/coluna/porandubas-politicas
quarta-feira, 24/5/2017

Porandubas nº 531

Continuidade ou suspensão da investigação do presidente da República?

...apenas a vaidade dos vivos". (Dante Veoléci) Perguntas Por que o procurador-Geral da República foi tão apressado em solicitar a investigação sobre a conversa de Joesley com o presidente da República? Por que o ministro...
Porandubas nº 531
/coluna/porandubas-politicas
quarta-feira, 30/3/2016

Porandubas nº 485

As redes sociais se enchem de manifestações a favor e contra o impeachment. Qual será o desfecho da acirrada disputa?

...apenas a vaidade dos vivos". (Dante Veoléci) Fecho a coluna com uma hilária historinha de José Maria Alkmin, a raposa mineira Quando quer ir à lua ? Um correligionário de Bocaiúva fica meio "lelé da cuca" e surge,...
Porandubas nº 485
/coluna/porandubas-politicas
quarta-feira, 18/1/2012

Porandubas nº 303

Abro a coluna com um desafio de cantadores do sertão. Pergunta complicada de um e resposta atravessada de outro. "Vou fazê-lhe uma perguntaPra você me destrincháQuero que me diga a contaDos peixe que tem no má...". Impossibilitado de ...

...apenas a vaidade dos vivos". (Dante Veoléci) Conselho aos ministros do STF Esta coluna dedica sua última nota a pequenos conselhos a políticos, governantes e líderes nacionais. Na última coluna, o espaço foi destinado à...
Porandubas nº 303
/coluna/porandubas-politicas
quarta-feira, 30/3/2011

Porandubas nº 267

Mata-o-bicho Começo com o monsenhor Aristides Rocha, mineirinho astuto, que fazia política no velho PSD e odiava udenistas. Ainda jovem, monsenhor foi celebrar missa em uma paróquia onde o sacristão apreciava uma boa aguardente. Um dia, ...

...exigem tudo, até a alma". Dante Veoléci Minha pova A historinha parece absurda. Mas é verdadeira, tanto que os personagens têm nome. Expedito Ferreira, ex-prefeito de Aracati, cidade litorânea do Ceará, em comício...
Porandubas nº 267
/coluna/porandubas-politicas
quarta-feira, 14/1/2009

Porandubas nº 173

Comecemos o ano lembrando o grande José Américo, ícone da política paraibana, ensaísta, romancista e autor de A Bagaceira, 1928, que abriu o ciclo do romance nordestino : "paraibano não bate palmas no meio de governo. Paraiba...

Comecemos o ano lembrando o grande José Américo, ícone da política paraibana, ensaísta, romancista e autor de A Bagaceira, 1928, que abriu o ciclo do romance nordestino : "paraibano não bate palmas no meio de governo. Paraiba...
Porandubas nº 173
Não há mais resultados para serem exibidos.