O que saiu em Migalhas sobre Edison De Oliveira
Migalhas

O que saiu em Migalhas sobre Edison De Oliveira

/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 10/6/2020

Colocação de pronomes – Locução - Infinitivo?

Colocação de pronomes – Locução - Infinitivo? Veja a explicação do professor.

... um outro aspecto, anota Édison de Oliveira que "o pronome oblíquo não pode ficar solto entre dois verbos", motivo por que está errada a construção "O fato vai se repetir". 8) Segundo tal autor, para corrigir expressões dessa natureza, "reúne-se...
Colocação de pronomes – Locução - Infinitivo?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 21/1/2015

A presidente ou a presidenta?

A presidente ou a presidenta? O Professor esclarece a dúvida.

A presidente ou a presidenta? O Professor esclarece a dúvida.
A presidente ou a presidenta?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 3/12/2014

Todo ou Todo o?

Todo ou Todo o? O Professor esclarece a dúvida.

...lição, com a observação de Édison de Oliveira, para quem, "no plural, as palavras todos, todas sempre se farão acompanhar pelos artigos os, as, independentemente do significado em que tenham sido empregadas". 8) Buscando...
Todo ou Todo o?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 16/7/2014

Gastado ou Gasto?

Gastado ou Gasto? O Professor esclarece a dúvida.

...réu". 2) Nos dizeres de Édison de Oliveira, na linguagem contemporânea, "estão fora de uso as formas ganhado, gastado e pagado, não só com o auxiliar ser, mas também com o auxiliar ter", motivo por que "estão, pois,...
Gastado ou Gasto?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 4/6/2014

Cada

Cada. O Professor esclarece as formas corretas de utilizar o pronome.

...dúzia, jogo etc.)". 10) Édison de Oliveira resume a questão em dois aspectos: por um lado, "o normal é empregar a palavra cada seguida de substantivo"; por outro, a locução cada um ou cada uma "não deve ser seguida de...
Cada
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 8/5/2013

Para que (se) pudesse (se) inscrever(-se)

Partindo do princípio de que as conjunções subordinativas obrigam a colocação do pronome pessoal oblíquo átono em próclise, o Professor explica como, na locução verbal, funciona essa regra de atração.

...um outro aspecto, anota Édison de Oliveira que "o pronome oblíquo não pode ficar solto entre dois verbos", motivo por que está errada a construção "O fato vai se repetir". 29) Segundo tal autor, para corrigir expressões...
Para que (se) pudesse (se) inscrever(-se)
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 11/8/2010

À Rua Tal ou Na Rua Tal?

À Rua Tal ou Na Rua Tal? 1) Com os verbos domiciliar, morar, residir, situar e com os adjetivos domiciliado, estabelecido, morador, residente, sempre surge a indagação de como se deve dizer na sequência: a) À Rua Tal; ou b) Na Rua Tal?...

...Artur de Almeida Torres, Édison de Oliveira, Eliasar Rosa, José de Nicola e Ernani Terra, Luís A. P. Vitória, Luiz Antônio Sacconi, Napoleão Mendes de Almeida e Vitório Bergo - que defendem como correta a construção com um...
À Rua Tal ou Na Rua Tal?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 27/1/2010

Para eu ler

Para eu ler 1) Uma leitora indaga se está correta a seguinte frase: "Fulano pediu para mim fazer isso". Outro leitor pede como se deve complementar a lacuna da frase: "É fácil para ___ trabalhar aqui". 2) Em frases como "Ela trouxe os...

Para eu ler 1) Uma leitora indaga se está correta a seguinte frase: "Fulano pediu para mim fazer isso". Outro leitor pede como se deve complementar a lacuna da frase: "É fácil para ___ trabalhar aqui". 2) Em frases como "Ela trouxe os...
Para eu ler
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 20/5/2009

Ter de

Ter de 1) De acordo com lição de Napoleão Mendes de Almeida, a expressão ter de denota obrigatoriedade, portando em si o significado de estar na obrigação de. Ex.: "O juiz não tinha de deferir o requerimento intempestivo ...

Ter de 1) De acordo com lição de Napoleão Mendes de Almeida, a expressão ter de denota obrigatoriedade, portando em si o significado de estar na obrigação de. Ex.: "O juiz não tinha de deferir o requerimento intempestivo ...
Ter de
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 19/11/2008

Extra

Extra 1) Como adjetivo, com o significado de extraordinário, é forma correta e dicionarizada, podendo variar normalmente para o plural. Exs.: trabalho extra, horas extras, edições extras. 2) Nesse caso, o som é fechado (ê), e não aber...

Extra 1) Como adjetivo, com o significado de extraordinário, é forma correta e dicionarizada, podendo variar normalmente para o plural. Exs.: trabalho extra, horas extras, edições extras. 2) Nesse caso, o som é fechado (ê), e não aber...
Extra
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 8/10/2008

Para eu ler

Para eu ler 1) Em frases como "Ela trouxe os autos para eu ler", a preposição não está regendo o pronome eu, mas o verbo ler, motivo por que a ligação sintática é "Trouxe os autos para ler", e não "Trouxe os autos para mim". 2) Obs...

Para eu ler 1) Em frases como "Ela trouxe os autos para eu ler", a preposição não está regendo o pronome eu, mas o verbo ler, motivo por que a ligação sintática é "Trouxe os autos para ler", e não "Trouxe os autos para mim". 2) Obs...
Para eu ler
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 23/7/2008

Soldada ou a Soldado?

Soldada ou a Soldado?   1) Assim como o feminino de juiz de direito é juíza de direito, não há, em tese, razão alguma para se estranhar que, se a função de soldado é desempenhada por uma mulher, será ela uma soldada, a exemplo de con...

Soldada ou a Soldado?   1) Assim como o feminino de juiz de direito é juíza de direito, não há, em tese, razão alguma para se estranhar que, se a função de soldado é desempenhada por uma mulher, será ela uma soldada, a exemplo de con...
Soldada ou a Soldado?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 16/1/2008

Capitã, Capitoa ou a Capitão?

1) Não há, em tese, razão alguma para se estranhar que, se a função de capitão é desempenhada por uma mulher, será ela uma capitã, ou uma capitoa, a exemplo de consulesa, coronela, delegada, deputada, generala, marechala, ministra, ...

1) Não há, em tese, razão alguma para se estranhar que, se a função de capitão é desempenhada por uma mulher, será ela uma capitã, ou uma capitoa, a exemplo de consulesa, coronela, delegada, deputada, generala, marechala, ministra, ...
Capitã, Capitoa ou a Capitão?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 24/10/2007

Toda guerra ou toda a guerra...?

1) Vejam-se os seguintes exemplos e o significado respectivo da expressão em realce: a) "Todo o dia, o réu está no balcão do cartório, à espera da sentença" (o dia inteiro); b) "Todo dia, o réu está no balcão do cartório, à ...

1) Vejam-se os seguintes exemplos e o significado respectivo da expressão em realce: a) "Todo o dia, o réu está no balcão do cartório, à espera da sentença" (o dia inteiro); b) "Todo dia, o réu está no balcão do cartório, à ...
Toda guerra ou toda a guerra...?
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 12/9/2007

Deparar

1) Por um lado, Artur de Almeida Torres anota que Cândido de Figueiredo e João Ribeiro não consideram correto o emprego deste verbo na acepção de achar por acaso, encontrar, topar. 2) Acrescenta, entretanto, que o primeiro dele...

1) Por um lado, Artur de Almeida Torres anota que Cândido de Figueiredo e João Ribeiro não consideram correto o emprego deste verbo na acepção de achar por acaso, encontrar, topar. 2) Acrescenta, entretanto, que o primeiro dele...
Deparar
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 4/7/2007

Pago

1) Quanto à conjugação verbal e ao emprego de seu particípio passado, é de comum ensino que se usa o verbo pagar apenas na forma irregular (pago), e isso com qualquer auxiliar, lembrando mesmo Otelo Reis que, "quanto ao particípio reg...

1) Quanto à conjugação verbal e ao emprego de seu particípio passado, é de comum ensino que se usa o verbo pagar apenas na forma irregular (pago), e isso com qualquer auxiliar, lembrando mesmo Otelo Reis que, "quanto ao particípio reg...
Pago
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 21/3/2007

Ter de

1) De acordo com lição de Napoleão Mendes de Almeida, a expressão ter de denota obrigatoriamente, portanto em si o significado de estar na obrigação de. Ex.: "O juiz não tinha de deferir o requerimento intempestivo formulado pelo ré...

1) De acordo com lição de Napoleão Mendes de Almeida, a expressão ter de denota obrigatoriamente, portanto em si o significado de estar na obrigação de. Ex.: "O juiz não tinha de deferir o requerimento intempestivo formulado pelo ré...
Ter de
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 6/12/2006

Oficiala

1) Assim como o feminino de juiz de direito é juíza de direito, não há, em tese, razão alguma para se estranhar que, se a função de oficial de justiça é desempenhada por uma mulher, será ela uma oficiala de justiça, a exemplo de con...

1) Assim como o feminino de juiz de direito é juíza de direito, não há, em tese, razão alguma para se estranhar que, se a função de oficial de justiça é desempenhada por uma mulher, será ela uma oficiala de justiça, a exemplo de con...
Oficiala
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 31/8/2005

Porque

1) Quando se quer mencionar o próprio substantivo, na acepção de causa, razão, motivo, grafa-se porquê (uma só palavra e com acento). Ex.: "Até hoje não se sabe bem o porquê da condenação daquele réu".1 2) Para José de Ni...

1) Quando se quer mencionar o próprio substantivo, na acepção de causa, razão, motivo, grafa-se porquê (uma só palavra e com acento). Ex.: "Até hoje não se sabe bem o porquê da condenação daquele réu".1 2) Para José de Ni...
Porque
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 13/7/2005

Pronome átono e locuções verbais

1) As palavras, em português, têm uma de suas sílabas pronunciada com mais força (sílaba tônica) do que as outras, que são fracas (sílabas átonas). A exceção fica para alguns monossílabos e raros dissílabos, nos quais não há sílabas tônicas...

1) As palavras, em português, têm uma de suas sílabas pronunciada com mais força (sílaba tônica) do que as outras, que são fracas (sílabas átonas). A exceção fica para alguns monossílabos e raros dissílabos, nos quais não há sílabas tônicas...
Pronome átono e locuções verbais
Não há mais resultados para serem exibidos.