Sexta-feira, 30 de setembro de 2016

ISSN 1983-392X

Falecimento

Morre, aos 80 anos, a jurista Anadyr de Mendonça Rodrigues

Anadyr morreu nesta terça-feira, 5, em decorrência de um câncer.

quinta-feira, 7 de janeiro de 2016

Faleceu nesta terça-feira, 5, aos 80 anos, em decorrência de um câncer, a ilustre jurista Anadyr de Mendonça Rodrigues. Graduada em Direito e Administração, advogada militante de 1956 a 1961, Anadyr foi assessora Fazendária do DF, advogada da Secretaria de Abastecimento de Brasília, procuradora da República, subprocuradora-Geral da República e corregedora-Geral da União.

Anadyr é uma das mais importantes figuras do mundo jurídico e também da advocacia pública. Entre 2000 e 2001, ocupou o cargo de coordenadora dos Órgãos Vinculados da AGU, unidade responsável pela defesa das autarquias e fundações federais antes da estruturação da PGF.

Foi também a primeira mulher a assumir interinamente o cargo de advogada-Geral da União, durante viagem ao exterior de Gilmar Mendes. Deixou o cargo de coordenadora na advocacia pública para tornar-se ministra da Corregedoria-Geral da União, onde teve atuação marcante e permaneceu até 2002.

O advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, lamentou a morte: "Dra. Anadyr de Mendonça Rodrigues foi uma incansável lutadora pela Advocacia-Geral da União, sua estruturação e valorização. Buscou sempre a unidade na instituição e demonstrou o caráter precípuo da função essencial à Justiça, que é a defesa da segurança jurídica do Estado".

Em nota, a CGU também expressou pesar: "Anadyr sempre teve postura competente e ilibada à frente de suas atribuições, seja enquanto ministra, advogada-geral da União e sub-procuradora geral da República, principalmente no propósito de combater a corrupção e promover a defesa do patrimônio público. Aos familiares e amigos, a CGU externa seu profundo sentimento de solidariedade".

informativo de hoje

patrocínio

últimas quentes