Quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

ISSN 1983-392X

Cenário

por FSB Inteligência

Cenário - 8.1.19

terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Gabinetes em transe

O entra e sai cotidiano registrado pela seção 2 mostra que a burocracia está quase do avesso – o que faz jus ao discurso de que as cadeiras de Brasília já não são mais cativas.

Há órgãos públicos onde o fluxo das trocas é intenso, acentuando o caráter emergencial que marca a transição de governo mais abrangente em quase 20 anos.

Em outros, as substituições seguem ritmo menos frenético porque assim se definiu ou, simplesmente, porque são lugares que estão no 'ponto cego' do Planalto (ao menos por enquanto!).

As superpastas registram taxas de renovação importantes, nos moldes de áreas do Executivo que sempre estiveram ligadas aos projetos estratégicos ou que por muitos anos foram vitrine.

Em todos os casos, saídas voluntárias ou estimuladas vão dando forma à nova administração.

Compõem um pacote de mudanças que pretende, ao mesmo tempo, alinhar os gabinetes a dinâmicas políticas e de ação diferentes daquelas até então instaladas.

Estados

Outro mundo

A onda de exonerações ainda não chegou aos Estados com a mesma força que atingiu a capital Federal.

Em sucessões anteriores – nesta mesma época do ano –, órgãos Federais com ramificações pelo país costumavam ser fatiados e rapidamente ocupados.

Sindicatos

Absorvendo

A estratégia do Planalto de partir para cima da burocracia tem sido alvo de debates internos nos sindicatos que representam o funcionalismo.

Uma das grandes questões é identificar o potencial dessa política de trocas para, em seguida, definir um plano de contenção.

Parte do cronograma de greves organizado no ano passado será adaptado pelas entidades.

Congresso

Questão de prioridade

Características incomuns à rotina de Brasília em janeiro têm sido acentuadas por causa da corrida pelas presidências da Câmara e do Senado.

Uma das mais emblemáticas é o fato de que a cidade não foi completamente esvaziada pelos políticos.

Economia

A vez da microagenda

As mudanças promovidas nas cúpulas dos bancos públicos inauguram uma face da comunicação de governo preocupada em interagir também com a microagenda.

Ganham relevância automática no debate público temas como crédito, juros ao cidadão, endividamento e acesso a investimentos.

Desenvolvimento

O Rio sem as Olimpíadas

Um estudo do Ipea mediu os impactos das Olimpíadas no município e na região metropolitana do Rio de Janeiro.

Entre as principais conclusões está a de que o PIB per capita municipal do Rio de Janeiro seria 7,5% menor sem os Jogos de 2016.

AGENDA

Bolsonaro - O presidente, o vice e os 21 ministros se reúnem, às 9h, no Planalto, para o Conselho de Governo.

Indústria - O IBGE divulga hoje a pesquisa Industrial Mensal: Produção Física – Brasil de novembro de 2018.

Trump - O presidente americano, Donald Trump, fará hoje um discurso à Nação para defender a construção do muro na fronteira entre os EUA e o México.

SABER

Para crianças - Conheça o Joca, um jornal feito para o público infantil.

SUSTENTÁVEL

Lixo no mar - Um questionário on-line quer saber a percepção das pessoas sobre a poluição dos oceanos e o que elas têm a propor - o prazo vai até hoje.

TECH

CES 2019 - Acompanhe pelo Youtube o que acontece na maior feira de tecnologia do mundo, que começa hoje.

BEM-ESTAR

Sol em excesso - Um podcast produzido pelo Ministério da Saúde ressalta os cuidados para evitar a insolação.