Domingo, 16 de junho de 2019

ISSN 1983-392X

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Arte do Non-sense (A)

"Atrás de todo homem bem-sucedido, existe uma mulher.
E, atrás desta, existe a mulher dele."

Groucho Marx
(Clique aqui)

1. Não sei se ela é dos Correios. Mas tem cara de sê-lo.

2. O lavrador, sob o sol, sobe o morro, a pé, a cavá-lo.

3. Se ela bater, não abra a porta à Berta.

4. Têmis, a Justiça ? Temo !

5. A sabedoria de Palas Atena me enerva.

6. Já nela não pensas ? Pouco importa.

7. A bolsa ou a vida ? Leve a vida que da bolsa vou precisar para custear o funeral.

8. Segundo dizem os marinheiros, lula engana o polvo.

9. Ascensorista com dor-de-dente ? Fique em casa, pois seu trabalho eleva a dor.

10. Ele era assim : pão pão, queijo queijo, manteiga manteiga, salame salame, mortadela mortadela.

11. Sou cabra decente : mato a cobra e mostro o revólver.

12. O Papa, com sua autoridade de representante de Deus na Terra, afiança que todos os papas são representantes de Deus na Terra.

13. Há muitas rosas que não são cor-de-rosa.

14. Quem nasceu primeiro : o ovo ou a tartaruga?

15. A vida é uma rede, feita de nós górdios.

16. Diga não às drogas : desligue a TV.

17. Todos são iguais perante a lei, dizia o anão ao general.

18. Sibéria : o clima não compensa.

19. O sol, na verdade, não passa de uma estrela candente.

20. Quase sempre quem pergunta não quer saber; quer apenas uma resposta.

21. Meu reino, meu reino por um carvalho.

22. Os gêmeos César e Ana nasceram de parto normal.

23. Meu bem-querer só me quer mal.

24. Pela décima vez eu te digo : até nunca mais.

25. Político diz a verdade ? Somente !

26. Não beba antes de dirigir ! Só enquanto dirige.

27. A justiça falha mas, quando vem, já é tarde.

28. Nem tudo o que não reluz não é ouro.

29. Aquele era um monge de maus hábitos.

30. Tudo vale a pena se a arma não for pequena.

31. Onde foi que o Roque errou ?

32. O Karl Marx gostava da capital, mas morava no interior.

33. Treino é treino, jogo é jogo, pênalti é pênalti, escanteio é escanteio, empate é empate.

34. Dize-me com quem andas e eu lhe direi quem és.

35. Navegamos num barco, mas embarcamos num navio.

36. O juiz apelou ao prefeito, pois o fórum estava em petição de miséria.

37. Quando as paralelas se encontrarem, no infinito, não serão mais paralelas.

38. Para quem não gosta do som de harpa, o céu é um inferno.

39. Quem entra em Roma na contramão acaba encontrando o amoR.

40. O tubarão nada porque quer tudo.

Busca verbete por título

A B C D E F G H I J L M N O P Q R S T U V X Z

* Adauto Suannes desembargador aposentado do Tribunal de Justiça de São Paulo, membro fundador do IBCCRIM - Instituto Brasileiro de Ciências Criminais, da Associação Juízes para a Democracia e do Instituto Interdisciplinar de Direito de Família.

Lançamento


Uma sequência de histórias de ácida criticidade é o que apresenta Adauto Suannes em sua mais nova obra. O realismo e o bom-humor característicos do autor também se fazem presentes em cada um dos 28 capítulos de "Menas Verdades – causos forenses ou quase".

Como pontua o jornalista Juca Kfouri na apresentação do livro, os casos contados são deliciosos e exemplares, tanto para o bem quanto para o mal.

E, em cada linha, o autor transpira personalidade, seja na fluida linguagem, seja na criativa construção da narrativa: garantias de uma prazerosa leitura.

Cada exemplar da obra custa apenas R$ 35,00.