Quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

ISSN 1983-392X

STF suspende decisão do TRF da 4ª região sobre desconto de dias parados em greve da AGU

quarta-feira, 9 de abril de 2008


Paralisação

STF suspende decisão do TRF da 4ª região sobre desconto de dias parados em greve da AGU

O vice-presidente do STF, ministro Gilmar Mendes, deferiu a STA 207 (clique aqui), ajuizada pela União contra decisão do TRF da 4ª Região, em relação ao pagamento de dias parados na greve da AGU.

O TRF da 4ª região estabeleceu que a União se abstivesse de adotar qualquer medida disciplinar ou sancionatória, além de atos de retaliação ou de represália, inclusive corte de ponto com efeitos pecuniários, suspensão ou descontos de vencimentos, inscrições em assentamentos funcionais, contra os associados das entidades sindicais interessadas que aderiram ao movimento de paralisação em curso desde 17 de janeiro de 2008.

Na análise do pedido formulado na STA, o ministro entendeu que, com a deflagração de greve ocorre, como regra geral, a suspensão do contrato de trabalho, não havendo que se cogitar de prestação de serviço e, portanto, de pagamento de salários. "É patente a transgressão dos parâmetros legais pelo movimento grevista deflagrado pelos associados das entidades interessadas, que há quase três meses estão parados, com percepção de remuneração integral, em prejuízo da Fazenda Pública e de toda a sociedade."

Segundo Gilmar Mendes, o pagamento dos dias parados se justifica somente em casos excepcionais. "Não é o que se tem, à evidência, na hipótese dos autos!", concluiu o ministro, ao deferir o pedido para suspender a execução da decisão proferida pelo TRF da 4ª região.

_________
____________

  • Leia mais

26/3/08 - Representação feita pelos Advogados à OIT contra o governo federal em face da recusa de negociações - clique aqui.

18/1/08 - UNAFE divulga nota sobre greve dos servidores públicos federais. AGU condena greve e afirma que vai cortar ponto - clique aqui.

___________________

patrocínio

Bradesco VIVO

últimas quentes