segunda-feira, 28 de setembro de 2020

ISSN 1983-392X

Raphaella Reis de Oliveira

Migalheira desde julho/2020.

Advogada atuante nas relações de Trabalho, Família e Consumo. Vice-presidente da Comissão de Graduação, Pós-Graduação e Pesquisa da OAB-SP. Membro da Secretaria Executiva da Comissão de Igualdade Racial da OAB-SP. Membro da Comissão da Mulher Advogada da OAB-SP. Especialização em Compliance Regulatório pela Penn State University (em curso). Conselheira Representante do Sindicato dos Advogados do Estado de São Paulo - SASP. Membro da Rede Femijuris. Membro da Rede Feminista de Juristas - DeFEMde. Coordenadora Regional do Movimento da Advocacia Trabalhista Independente - MATI.

Migalhas Amanhecidas

MIGALHAS nº 4.921

...na de 10 anos que engravidou após ser estuprada, a advogada Raphaella Reis de Oliveira, do Sindicato dos Advogados do Estado de São Paulo (SASP), reflete: "inefáveis e insustentáveis são as celeumas criadas pela humanidade. Vemos milhares destas nascerem e crescerem no seio social diariamente. Não há diálogo, não há construção; há guerras de absolutos, sem preocupação com o progresso". (Clique aqui) Ciência Paulo Henrique Cremoneze, da banca Machado, Cremoneze, Lima e Gotas - Advogados Associados, destaca: "Ninguém nega a importância da Ciência, ainda mais em tempos de covid-19. Mas não se pode, a partir dessa... Leia

21/8/2020
Migalhas de peso

Insustentáveis celeumas da Humanidade

À luz do dia, ao arrepio da lei, à margem do ordenamento jurídico e apesar dos nossos melhores esforços, é tão componente do cotidiano quanto o noticiário vespertino a criminalidade aberta, a vontade insaciável de prejudicar, atrasar e retroceder. De fazer o mal, sem olhar a quem. Leia

Raphaella Reis

21/8/2020
Migalhas Amanhecidas

MIGALHAS nº 4.900

... (Clique aqui) "O Julho é das Pretas; o racismo é todo seu" Raphaella Reis de Oliveira - Sindicato dos Advogados do Estado de São Paulo (SASP) - reflete: "Precisamos de um Julho das Pretas, e precisamos falar de Tereza, porque ainda temos muito a refletir sobre nossa caminhada dolorosa, iniciada quando alguém teve a 'brilhante' ideia de classificar as pessoas como menos usando a cor da pele delas". (Clique aqui) Migalhas de peso - Pandemia Presídios Recentemente foi renovada pelo CNJ a recomendação 62/20, que traz orientações ao Judiciário, de todos os Estados, para evitar contaminações em massa da... Leia

23/7/2020
Migalhas de peso

O Julho é das Pretas; o racismo é todo seu

Precisamos de um Julho das Pretas, e precisamos falar de Tereza, porque ainda temos muito a refletir sobre nossa caminhada dolorosa, iniciada quando alguém teve a “brilhante” ideia de classificar as pessoas como menos usando a cor da pele delas. Leia

Raphaella Reis

23/7/2020

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram