Migalhas

Quarta-feira, 1º de abril de 2020

ISSN 1983-392X

Gramatigalhas
José Maria da Costa

Correicional ou Correcional?

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

O leitor Gesival Gomes de Souza envia a seguinte indagação ao Gramatigalhas:

"Prezado senhor, poderia esclarecer se o termo correto é atividade correcional ou atividade correicional, decorrente das atribuições das Corregedorias?"


Correicional ou Correcional?

1) Um leitor pergunta qual a forma correta para designar uma das atribuições das Corregedorias: atividade correicional ou atividade correcional?

2) Diga-se, num primeiro aspecto, que o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa registra tanto correção como correição para designar o ato de corrigir.1

3) Pela tradição do Poder Judiciário, porém, tem-se reservado o termo correição (e não correção) para designar a visita e a fiscalização feita por autoridade competente aos estabelecimentos submetidos a seu controle.

4) Acrescente-se, por oportuno, que, embora o VOLP registre tanto correção como correição, o certo é que, ao dar os respectivos adjetivos, não apresenta a variante correicional, e sim, apenas, correcional.2

5) Sempre é bom lembrar que o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa é uma espécie de dicionário que lista as palavras reconhecidas oficialmente como pertencentes à língua portuguesa, bem como lhes fornece a grafia oficial.

6) Também conhecido pela sigla VOLP, é organizado e publicado pela Academia Brasileira de Letras, a qual tem a delegação oficial e a responsabilidade legal de editá-lo, em cumprimento à Lei Eduardo Ramos, de n. 726, de 8.12.1900.

7) Voltando ao caso da consulta: I) atividade correcional (correto); II) atividade correicional (errado).

__________________

1 Cf. Academia Brasileira de Letras. Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa. 5. ed., 2009. São Paulo: Global. p. 221.

2 Cf. Academia Brasileira de Letras. Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa. 5. ed., 2009. São Paulo: Global. p. 221.

______

José Maria da Costa

José Maria da Costa, é graduado em Direito, Letras e Pedagogia. Primeiro colocado no concurso de ingresso da Magistratura paulista. Advogado. Mestre e Doutor em Direito pela PUC/SP. Ex-Professor de Língua Latina, de Português do Curso Anglo-Latino de São Paulo, de Linguagem Forense na Escola Paulista de Magistratura, de Direito Civil na Universidade de Ribeirão Preto e na ESA da OAB/SP. Membro da Academia Ribeirãopretana de Letras Jurídicas. Sócio-fundador do escritório Abrahão Issa Neto e José Maria da Costa Sociedade de Advogados.

-