segunda-feira, 28 de setembro de 2020

COLUNAS

Siglas maiúsculas


O leitor Wagner Baggio, de Joinville, da bela Santa Catarina, enviou ao autor de Gramatigalhas a seguinte observação:

"A propósito das considerações sobre siglas, com ou sem ponto, entendo como também importante ressaltar que existe uma regrinha consagrada na imprensa quanto ao uso de siglas com todas as letras maiúsculas, ou só a primeira. A diferença está no fato da sigla ser soletrada ou lida. Exemplo: INSS (tudo maiúscula porque é soletrada) e Inamps (sigla lida). É isso."

Envie sua dúvida


1) Para o uso de maiúsculas e minúsculas nas siglas, José de Nicola e Ernani Terra mandam observar uma primeira regra de que "as siglas formadas por até três letras são grafadas em maiúsculas: PT, CBF, ONU, OAB, STF, etc.".

2) Acrescentam uma segunda regra de que "as siglas com mais de três letras devem ser grafadas com inicial maiúscula e as demais, minúsculas: Incra, Unesco, Fiesp, Embratur, etc.".

3) E complementam tais autores: "Se, porém, as siglas formadas por mais de três letras não puderem ser pronunciadas como uma palavra, também se grafarão em maiúsculas: ABNT, INSS, BNDES, CNBB, CPOR, DNER, etc.". 1

_________________

1 Cf. NICOLA, José de; TERRA, Ernani. 1.001 Dúvidas de Português. 10. ed. São Paulo: Saraiva, 2000. p. 118.

Atualizado em: 30/9/2005 10:50

COORDENAÇÃO
José Maria da Costa

José Maria da Costa, é graduado em Direito, Letras e Pedagogia. Primeiro colocado no concurso de ingresso da Magistratura paulista. Advogado. Mestre e Doutor em Direito pela PUC/SP. Ex-Professor de Língua Latina, de Português do Curso Anglo-Latino de São Paulo, de Linguagem Forense na Escola Paulista de Magistratura, de Direito Civil na Universidade de Ribeirão Preto e na ESA da OAB/SP. Membro da Academia Ribeirãopretana de Letras Jurídicas. Sócio-fundador do escritório Abrahão Issa Neto e José Maria da Costa Sociedade de Advogados.