sexta-feira, 7 de agosto de 2020

ISSN 1983-392X

Gramatigalhas
José Maria da Costa

Aforisma ou Aforismo?

quarta-feira, 11 de março de 2015

O leitor Roberto Toledo envia a seguinte mensagem ao Gramatigalhas:

"Sempre me vem a seguinte dúvida: 'o aforisma' é expressão correta? O certo não é 'a aforisma’? Aforismo também existe?"

1) Aforisma é palavra inexistente com o sentido que pretendem dar-lhe, muitas vezes empregada de modo errôneo em arrazoados forenses.

2)aforismo, palavra de origem grega, significa um dito, "máxima ou sentença, que em poucas palavras contém uma regra ou um princípio de grande alcance".

3) Anote-se que o vocábulo é masculino. Ex.: "É antigo o aforismo de que não se há de condenar alguém sem o devido processo legal".

4) Atente-se, também, ao erro muito comum de se dizer e escrever aforisma, ao mesmo tempo em que se lhe atribui o gênero masculino (o aforisma); tal palavra assim não existe.

5) O que, em realidade, existe, é aforisma, vocábulo efetivamente feminino, de uso na veterinária, a indicar tumor, em regra sanguíneo, que se forma nos animais, pela ruptura dos vasos.

6) Atento aos frequentes equívocos que se cometem a seu respeito, Eliasar Rosa, com propriedade, adverte a que "não se diga aforisma, por influência, talvez, de sofisma, aneurisma etc.".

7) Anote-se, por fim, que o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, da Academia Brasileira de Letras, órgão incumbido oficialmente de determinar a existência dos vocábulos em nosso idioma, registra a existência tanto de aforisma (como substantivo masculino) como de aforismo (também como substantivo masculino), sem, contudo precisar-lhe o sentido ou especificar explicação, o que não é da essência de sua atividade em casos dessa natureza.

José Maria da Costa

José Maria da Costa é graduado em Direito, Letras e Pedagogia. Primeiro colocado no concurso de ingresso da Magistratura paulista. Advogado. Mestre e Doutor em Direito pela PUC/SP. Ex-Professor de Língua Latina, de Português do Curso Anglo-Latino de São Paulo, de Linguagem Forense na Escola Paulista de Magistratura, de Direito Civil na Universidade de Ribeirão Preto e na ESA da OAB/SP. Membro da Academia Ribeirãopretana de Letras Jurídicas. Sócio-fundador do escritório Abrahão Issa Neto e José Maria da Costa Sociedade de Advogados.

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram