Migalhas

Quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

ISSN 1983-392X

Gramatigalhas
José Maria da Costa

Cateter

quarta-feira, 15 de julho de 2015

A leitora Amanda Santana envia a seguinte mensagem ao Gramatigalhas:

"Apesar de a palavra 'cateter' ter pronúncia de acento no primeiro 'e', ela não é acentuada? E no plural? Também não tem acento?"

1) Domingos Paschoal Cegalla adverte que, no singular, tal palavra é oxítona (pronunciada catetér), e, no plural, paroxítona (pronunciada catetéres).

2) Essa também é a forma registrada pelo Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, da Academia Brasileira de Letras, que é o veículo oficial para dirimir dúvidas acerca da forma de grafar os vocábulos em nosso idioma.

3) Não se olvide, entretanto, que não há razão alguma para acento gráfico nem no singular, nem no plural.

4) Para sintetizar, não faz tal palavra catéter no singular, nem catéteres no plural; além disso, não tem motivo algum para acento gráfico, quer no singular, quer no plural.

José Maria da Costa

José Maria da Costa, é graduado em Direito, Letras e Pedagogia. Primeiro colocado no concurso de ingresso da Magistratura paulista. Advogado. Mestre e Doutor em Direito pela PUC/SP. Ex-Professor de Língua Latina, de Português do Curso Anglo-Latino de São Paulo, de Linguagem Forense na Escola Paulista de Magistratura, de Direito Civil na Universidade de Ribeirão Preto e na ESA da OAB/SP. Membro da Academia Ribeirãopretana de Letras Jurídicas. Sócio-fundador do escritório Abrahão Issa Neto e José Maria da Costa Sociedade de Advogados.