quinta-feira, 13 de agosto de 2020

ISSN 1983-392X

Gramatigalhas

Ame-me ou Me ame?

A leitora Maria de Fátima Ferreira envia à coluna Gramatigalhas a seguinte mensagem:

"O correto é me ame ou ame-me?".

1) Uma leitora indaga, de maneira bem simples e direta, se o correto é me ame ou ame-me.

2) Tal como posta a indagação, é certo que ela admite possibilidades diversas de interpretação; mas, com a atenção voltada apenas para o que está escrito, supõe-se que a questão considere os exemplos como se estivessem assim escritos: (i) "Ame-me"; (ii) "Me ame".

3) E a resposta, então, é simples, a partir da regra geral de colocação dos pronomes pessoais oblíquos átonos a determinar que não se inicia frase com um pronome dessa natureza, de modo que assim se considera a situação quanto à correção ou erronia: (i) "Ame-me" (correto); (ii) "Me ame" (errado).

Atualizado em: 29/7/20 7:53

José Maria da Costa

José Maria da Costa é graduado em Direito, Letras e Pedagogia. Primeiro colocado no concurso de ingresso da Magistratura paulista. Advogado. Mestre e Doutor em Direito pela PUC/SP. Ex-Professor de Língua Latina, de Português do Curso Anglo-Latino de São Paulo, de Linguagem Forense na Escola Paulista de Magistratura, de Direito Civil na Universidade de Ribeirão Preto e na ESA da OAB/SP. Membro da Academia Ribeirãopretana de Letras Jurídicas. Sócio-fundador do escritório Abrahão Issa Neto e José Maria da Costa Sociedade de Advogados.

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram