segunda-feira, 19 de abril de 2021

COLUNAS

Publicidade

Porandubas nº 133

quarta-feira, 5 de março de 2008

A BANDA AÉCIO

Aécio Neves é manhoso. Tem a manha do avô Tancredo e a raposice característica dos políticos mineiros. Na casa de José Yunes, advogado e boa praça, segunda feira à noite, o governador das Minas Gerais exibiu os dotes de equilibrista. Para gáudio dos participantes do colóquio : Michel Temer, presidente do PMDB, Henrique Alves, líder do PMDB na Câmara Federal, e Delfim Netto, o grande mestre na arte de dizer coisas pertinentes - a banda Aécio mostrou-se entusiasmadíssima com o cenário de 2010, tendo ao fundo ele como ator principal. Aécio quer ser presidente e acha que a vez é agora.

A BANDA NEVES

Mas tudo tem seu tempo. A banda Neves, por isso mesmo, se cerca de cautela. Só em 2009, começará a tomar rumo. Vê com pragmatismo o quadro político. Divisa Serra e Dilma como candidatos. Serra vestirá o figurino do novo ? Difícil. Dilma levará os votos de Lula ? Difícil. Pano de fundo: Minas Gerais, parte fincada no Nordeste, parte lotada no Sudeste; legado de Tancredo em processo de resgate histórico : 100 anos de Tancredo Neves em 2010. Juscelino esboçando um imenso sorriso, tão grande quanto o dele, Neves. Os mineiros bradando : é nossa vez, a vez é nossa. E o PMDB abrindo os braços : "Venha a Nós o Vosso Reino". Vozes por todos os lados: Amém. Inclusive a voz rouca daquele mesmo que você ouve todos os dias.

OS CUIDADOS DE MICHEL

Michel Temer é um político tão hábil quanto reservado. Só fala o que o interlocutor carece ouvir. Deliciou-se com as precisas intervenções de Delfim. E completou, com agudeza, as observações dos interlocutores. Zela muito pela aliança com o PT. Mas, como se sabe, o PT é um partido do Eu sozinho. Michel quer respeitar os acordos. Mas se posiciona como um dos mais próximos interlocutores de Aécio Neves.

DELFIM, MUITO AFIADO

O conselheiro e guru Delfim Netto fala com acuidade e pertinência. Pode até ser que Lula pegue Dilma pelo braço e corra o país, no esforço de banhá-la de povo. Será difícil, mas não impossível. Divisa um Lula doido para morar em Pernambuco e tirar de lá quase 90% dos votos como senador. Um treino para o regresso em 2014. Mas acha que Aécio, o indômito Homem das Neves, seria o candidato ideal de Lula para colocar a bola na caçapa. Com o PMDB dando guarida.

ALEGRIA, ALEGRIA

Ao final da conversa, entreolhando-se, os interlocutores pareciam cantar o Alegria, Alegria, de Caetano Veloso.

KASSAB E MARTA

Gilberto Kassab provou que é um bom administrador. Um dilema, porém, continua a desafiar o prefeito : continuar a quebrar a cidade ou dar uma paradinha ? As obras estão infernizando a vida dos cidadãos. O trânsito está insuportável. Marta Suplicy - todos hão de recordar - se esforçou para concluir as obras da Nove de Julho e o túnel da Rebouças no ano eleitoral, imaginando capturar os votos da classe média. Foi um bumerangue. A raiva do meio comeu os excessos de votos das bordas. Kassab, lembre-se disso. Cuidado.

NEZINHO DA FARMÁCIA

Nezinho da Farmácia convidou o senador Garibaldi Alves para ser padrinho de casamento da filha. Voltando da correria que faz todos os fins de semana, pelo Interior do Rio Grande do Norte, Garibaldi passou na casa de Nezinho quase na hora do casamento. Viu que não dava tempo de se aprontar. Ficou por ali fazendo hora. E a hora chegou e passou. "Cadê a moça, ainda está trancada no quarto ?" Depois da encabulação, Nezinho foi direto ao assunto: "senador, não dá para levar minha filha no meu fusquinha 63. Aluguei um Aero-Willys, mas o carro quebrou. Não sei o que fazer".

O CHOFER GARIBALDI

O hoje presidente do Congresso e do Senado não teve dúvidas. "Vamos no meu carro". Com muita insistência, botou a moça no banco de trás com o pai. E lá se foi o motorista Garibaldi conduzindo a afilhada. Na frente da Igreja, desceu, abriu a porta para a moça sair, e, a seguir, foi estacionar o carro. Calmamente, entrou na Igreja e se postou na fileira dos padrinhos, onde sua mulher, Denise, já o esperava. Nezinho é o único brasileiro que pode proclamar: "o senador Garibaldi foi meu motorista".

E A REFORMA, HEIN ?

E essa reforma tributária, sai ou não sai ? Não sai pelo menos do jeito que foi encaminhada. Os Estados nordestinos querem-na assim. Os Estados do Sul e Sudeste começam a bombardeá-la. A via constitucional em que está ancorada não é a mais aconselhável. A Lei Complementar seria o caminho recomendável. Se a lei não foi arrumada até julho, vai pro espaço. Coisa tão certa como o sol do dia seguinte.

LULA E O NARCOTRÁFICO

Afinal, Lula deve ficar no meio ou em alguma das pontas ? A questão se refere ao apoio aos contendores : ao presidente Rafael Correa, do Equador, ou ao presidente Álvaro Uribe, da Colômbia ? Ao Brasil, cabe a tarefa de intermediar o conflito. Quanto ao histriônico Hugo Chávez, é preciso cautela. A ser verdade a doação de mais de US$ 300 milhões à guerrilha, vai ter de passar mais um bom tempo no banco dos denunciados por ajudar o narcotráfico.

BARACK HUSSEIN ?

A mídia norte-americana é impiedosa. Dá ampla visibilidade ao sobrenome Hussein de Barack Obama. A idéia é de criar associação com Saddam Hussein, o símbolo da criminalidade. Hillary Clinton ainda conta com essa arma. O veneno da política aparece sempre nas horas decisivas.

CONVENÇÃO 158

Se o Congresso aceitar a proposta de Lula no sentido de o país ratificar a Convenção 158, o efeito dominó chegará rapidamente aos setores produtivos. Por esta ultrapassada Convenção, as empresas não terão direito a demitir nem por justa causa. O engessamento do emprego - que parece o Céu para as Centrais Sindicais - será o inferno dos trabalhadores. José Pastore, a melhor referência que temos em matéria de análise da empregabilidade - é taxativo : "será um Deus nos acuda".

E TARSO GENRO ?

Como se comportará o Grupo de Tarso Genro, o melhor quadro do PT, ante as pressões e contrapressões que balançam a nave petista ?

SEGURANDO O EMPREGO

É mais seguro um emprego na TV do bispo do que uma candidatura voando nas asas do povo. Wagner Montes, do PDT carioca, acaba de desistir da candidatura a prefeito do Rio de Janeiro. Cede a vantagem para o bispo Marcelo Crivella, senador e sobrinho do todo poderoso Edir Macedo. Ocorre que voto não se transfere com facilidade. O bom e honesto deputado Fernando Gabeira toma rumo e coloca a candidatura nas ruas. Seria muito bom para a democracia tê-lo como prefeito do Rio de Janeiro.

LULA E A RECORD

Por que o presidente Luiz Inácio defende com tanto vigor o império da TV Record ? Será que a Rede Globo tem feito críticas ao presidente ? Não é o que se vê todos os dias. O que os nossos não conseguem distinguir ?

DECISÃO HISTÓRICA

Hoje, o STF começa a discutir e a decidir sobre uma das mais importantes matérias de sua agenda : as pesquisas com células-tronco embionárias humanas. Que posições serão acatadas ? A da Igreja Católica ou a dos cientistas? O direito à pesquisa ou a manutenção do status quo ? Uma observação merece registro: mesmo quem atribui ao pequeno aglomerado de células do blastocisto o mesmo status de uma pessoa já formada deve admitir o fato concreto de que tal embrião, sem possibilidade de desenvolvimento no ventre materno, será inutilizado. O que se pede é autorização para usar o que hoje está no lixo das clínicas. Com todo o respeito à Igreja Católica Apostólica Romana.

ABUTRES RONDAM OS CEMITÉRIOS

Urge tomar cuidado com os abutres que continuam a rondar os cemitérios.

CONSELHOS AOS MINISTROS

Esta Coluna dedica sua última nota a pequenos conselhos aos políticos, governantes e líderes nacionais. Na edição anterior, o espaço foi destinado às lideranças empresariais. Hoje, volta sua atenção aos ministros do Supremo Tribunal Federal.

1. Meditem sobre a importância da decisão a ser tomada no caso do uso de células-tronco para pesquisas científicas.

2. Analisem o passado, o presente e o futuro da Humanidade à luz das descobertas científicas.

3. Façam uma prece aos Céus e votem conscientes de que estarão fazendo um Bem à Humanidade.

__________________

Atualizado em: 5/3/2008 08:19

Publicidade