Quinta-feira, 22 de agosto de 2019

ISSN 1983-392X

Princípios da proporcionalidade e da legalidade na regulação estatal

Floriano de Azevedo Marques Neto

Empresa de telefonia formula-me consulta a respeito do regime aplicável à autorização para a prestação do Serviço Telefônico Fixo Comutado (STFC), especificamente no que concerne ao pagamento de preço público pelo direito de uso de radiofreqüências (PPDUR). A questão jurídica envolvida se refere à exigibilidade ou não do pagamento dos valores pela autorização de uso das freqüências inerente à autorização do serviço detida pela Consulente.

quinta-feira, 27 de maio de 2004

Princípios da proporcionalidade e da legalidade na regulação estatal

Floriano de Azevedo Marques Neto*

Empresa de telefonia formula-me consulta a respeito do regime aplicável à autorização para a prestação do Serviço Telefônico Fixo Comutado (STFC), especificamente no que concerne ao pagamento de preço público pelo direito de uso de radiofreqüências (PPDUR). A questão jurídica envolvida se refere à exigibilidade ou não do pagamento dos valores pela autorização de uso das freqüências inerente à autorização do serviço detida pela Consulente.

A empresa interessada informa que participou e tornou-se vencedora da licitação pública, destinada à obtenção de “autorização para Exploração do Serviço Telefônico Fixo Comutado destinado ao Uso Público em Geral – STFC”. Tal procedimento ...

Para ler o texto na íntegra, clique aqui

 

_______________________

*Advogado do escritório Manesco, Ramires, Perez, Azevedo Marques, Advocacia

__________________________