Quarta-feira, 16 de outubro de 2019

ISSN 1983-392X

IV Prêmio Innovare 2007, a justiça do século XXI

Stanley Frasão

Os Defensores Públicos Leopoldo Portela Júnior, Eduardo Cyrino Generoso, Varlen Vidal, Wellerson Eduardo da Silva Corrêa, que concorrem ao Prêmio Innovare na categoria Defensoria Pública, apresentaram a prática "Núcleo da Infância e Juventude", que é desenvolvida desde 11.10.2006, data da inauguração do Núcleo Especializado da Infância e da Juventude da Defensoria Pública de Belo Horizonte.

quarta-feira, 19 de dezembro de 2007


IV Prêmio Innovare 2007, a justiça do século XXI

"Núcleo da Infância e Juventude"

Stanley Martins Frasão*

Os Defensores Públicos Leopoldo Portela Júnior, Eduardo Cyrino Generoso, Varlen Vidal, Wellerson Eduardo da Silva Corrêa, que concorrem ao Prêmio Innovare na categoria Defensoria Pública, apresentaram a prática "Núcleo da Infância e Juventude", que é desenvolvida desde 11.10.2006, data da inauguração do Núcleo Especializado da Infância e da Juventude da Defensoria Pública de Belo Horizonte.

Trata-se de Projeto de Estruturação do Núcleo Especializado em Infância e Juventude da Defensoria Pública do Estado de MG, em Belo Horizonte, para prevenir e remediar conflitos; prestar atendimento e assistência jurídica integral e gratuita a crianças e adolescentes e às respectivas famílias com o devido apoio psicológico, aproximando a atuação dos Defensores Públicos das comunidades locais. A equipe tem a seguinte composição: 1 Defensor Público coordenador e 5 executores, 1 psicóloga, 6 estagiários de direito e 1 de psicologia, 1 funcionário administrativo e 1 motorista.

A visita ocorreu no dia 8.8.2007 na sede da Defensoria Pública e na Vara Especializada da Infância e Juventude, onde entrevistei a promotora Maria de Lourdes Rodrigues e os juizes da Vara Cível da Infância e Juventude e da Vara Infracional, respectivamente, Marcos Flávio Padula e José Onório de Resende, que elogiaram a atuação dos Defensores Públicos no que tange as respectivas funções.

O que deu ensejo à criação da prática? Dar atendimento individual e especializado aos adolescentes em conflito com a lei. Qual problema precisava ser corrigido? Conscientizar os adolescentes de seus direitos, fortalecer o autoconhecimento e estimular a ressocialização, diante inclusive do cumprimento da medida sócio-educativa.

A prática é instrumento de pacificação da sociedade e de aumento da segurança pública na medida em que visa minimizar os conflitos e a violência existentes no ambiente escolar e dar atendimento individual e especializado ao adolescente em conflito com a lei.

Quais as dificuldades encontradas? Espaço para ministrar as palestras nas escolas públicas e da divisão dos locais de atendimento, parte nas dependências da Vara Especializada da Infância e da Juventude e parte em salas de apoio na sede da Defensoria Pública e conciliar tempo para assistir estudos dos casos e o horário de atendimento ao público e das audiências.

Quais os fatores de sucesso da prática? Articulação dos Defensores Públicos com as demais entidades que compõem o sistema de garantias da criança e do adolescente e a boa receptividade das instituições do Sistema de Direitos e Garantias da Criança e do Adolescente.

Os benefícios para a Segurança Pública: prevenir o envolvimento de crianças e adolescentes com a criminalidade, conscientizando-os sobre os direitos e garantias previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e sobre os riscos que tal envolvimento pode acarretar-lhes, além de evitar a prática de atos infracionais pelos mesmos, diminuindo os índices de violência nas regiões de risco social.

__________________

*Consultor externo do Prêmio Innovare. Conselheiro Seccional da OAB/MG. Advogado do escritório Homero Costa Advogados









______________