Sábado, 19 de outubro de 2019

ISSN 1983-392X

Increíble

Edson Vidigal

Por vezes me belisco, calco com força os pés no chão, me olho no espelho, vou ao jardim, confiro os ninhos dos pássaros, os animais pastando à beira do açude.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009


Increíble

Edson Vidigal*

Por vezes me belisco, calco com força os pés no chão, me olho no espelho, vou ao jardim, confiro os ninhos dos pássaros, os animais pastando à beira do açude.

As nuvens passam mais ligeiras que as horas. Há silencios recheados de ventos, estou inquieto, vem chuva por aí.

Essas checagens todas é para eu ter a certeza de que não sou, ou ainda não sou, o homem errado no País errado.

Acontece que, desde ontem à noite, depois do que eu vi na televisão e do que, para completar a dose, li cedinho no jornal, uma dúvida me tirou a calma, na varanda, pelo resto do dia.

Que raio de País é este? Estou delirando ou vamos mesmo ter que assistir impassiveis, incapazes de miníma reação, os que querem mesmo mandar às favas os escrupúlos?

A moça loira, na televisão, não cabia em si de tão contente por ter sido selecionada, entre milhares, para integrar um reality-show.

Nesse programa, os participantes são submetidos a intensas provações. O vencedor será escolhido entre os poucos que chegarem à rodada final.

Com que plataforma se apresentou a moça loura na televisão? Disse que seria capaz de tudo para vencer. Fingir, mentir, não seria problema. Continuou seu discurso de candidata a lider do grupo, e o resumo do mais que falou foi isso mesmo. Se preciso, iria fingir e mentir até conseguir.

Se o futuro de um País está na energia de uma juventude que, impregnada de valores morais fortes, não abre mão da sua herança histórica, e vendo uma pregaçao dessa, imoral e aética, sendo repassada pela televisão a dezenas de milhões de pessoas, incluindo crianças e jovens, o que esperar?

Há que haver um minimo de compromisso com a verdade. Ninguém consegue confiar em quem recorre à mentira. Com o tempo voce fica sem saber se a pessoa está sempre mentindo ou, em alguma vez, falando a verdade.

Nancy Polesi, do Partido Democrata da California, é a Presidente da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, cargo mais importante que a Presidência do Senado.

Pela Constituição norte americana, a presidencia do Senado é exercida pelo Vice Presidente da República, que não administra nada, só tem o voto de desempate. Os fortes são os líderes dos partidos e os presidentes das comissões.

Lembram do quanto um deputado do Partido Republicano chamado Newt Gingrinch infernizou a administração de Bill Clinton? A maioria era republicana e Gingrinch, o Presidente da Câmara. Agora, a maioria é dos democratas, e a Presidente é Nancy Pelosi.

Imagine então alguém emparedando Obama e querendo por aclamação a Presidencia da Camara, já sendo público e notório que o pretenso candidato precisa mesmo é do poder do cargo para, assim, poder constranger juizes e proteger familiares e amigos que estao sendo investigados pelo Ministerio Publico e pela Policia Federal e, ainda mais, para fortalecer seu grupo politico, mal das pernas, em seu Estado.

Lógico que em qualquer País que leve a sério a seriedade dos códigos éticos, morais e legais carencia de vergonha como essa daria em renuncia, comissao de ética, condenaçao a pagamento de multas estratosféricas e tambem, por que não, cadeia.

Pois deu na Folha de São Paulo que em Brasilia a sucessao para a Presidencia do Senado está assim. E eu estou é zonzo. O Brasil dessas imoralidades não é o Brasil pelo qual dediquei as energias da minha juventude e ainda dedico, na mesma luta, com entusiasmo, os ideais da minha vida.

_______________

*Ex-Presidente do STJ e Professor de Direito na UFMA





__________________