MIGALHAS DE PESO

  1. Home >
  2. De Peso >
  3. Migalhas de peso >
  4. A tokenização de tudo é uma tendência geral?

A tokenização de tudo é uma tendência geral?

O blockchain não apenas aumentará a velocidade e a eficiência, mas também expandirá o mercado potencial para uma vasta gama de ativos.

segunda-feira, 15 de agosto de 2022

Atualizado em 16 de agosto de 2022 07:51

Nos últimos anos, quando o Bitcoin subiu de 5 cents em 2010 para quase US$ 70.000 até o final de 2021, o termo token do mercado de criptomoedas assumiu um significado totalmente novo. Hoje, os tokens se tornaram sinônimo de moedas digitais. Nos próximos anos, os tokens conduzirão a reforma há muito tempo atrasada do setor financeiro e a revolução das fintechs que se tornarão uma ferramenta de eficiência para uma série de novos mercados.

Embora as criptomoedas tenham proponentes e detratores, o blockchain ganhou ampla aceitação. A tokenização está no centro do desenvolvimento de blockchain e revolucionou os mercados em todas as classes de ativos.

Blockchain é uma tecnologia promissora que facilitará e melhorará o hedge, negociação e investimento para produtores, consumidores, investidores e especuladores no mundo das commodities. Blockchain é a inovação tecnológica mais importante desde o advento dos futuros e derivativos.

Quando você pensa em tokenização, considere a possibilidade de superar o Bitcoin e quase 17.350 outras criptomoedas. O potencial do blockchain é enorme e tem aplicações no mercado de todas as classes de ativos. A abordagem blockchain mudará a maneira como indivíduos e empresas compram e vendem todos os produtos, pois a tecnologia simplifica as transações e a manutenção de registros.

Criptomoedas enfrentam regulamentação, tributação e interferência do governo

Reguladores de todo o mundo adotaram uma postura cada vez mais dura em relação às criptomoedas. O Fundo Monetário Internacional (FMI) em novembro de 2021 alertou El Salvador para abandonar sua política de tornar a bitcoin moeda de curso legal. A Rússia e vários países asiáticos restringiram a atividade de bitcoin e outras criptomoedas dentro de suas fronteiras.

O governo Biden está trabalhando em uma estratégia de títulos digitais que pode ser lançada nos EUA por meio de uma ordem executiva. A política usará tributação e regulamentação para controlar essa classe de ativos. A mineração de Bitcoin e outras criptomoedas consome muita energia, o que contraria a política de energia verde do governo dos EUA.

Os governos dos Estados Unidos e de outros países usam o controle sobre a oferta monetária como base para o poder. O sistema de moeda fiduciária permite que os governos aumentem os níveis do dólar, euro, libra e outras moedas para estimular a economia e aumentar a liquidez.

Claro, eles também podem retirar a moeda para fins econômicos e políticos.

Blockchain é a evolução da revolução fintech

Blockchains são registros de transações que usam criptografia digital para vincular blocos de dados e têm amplo suporte e vários aplicativos, incluindo:

  • Transferir dinheiro
  • Transação financeira
  • Empréstimo
  • Seguro
  • Propriedade e Transferência de Imóveis
  • Proteção de informações pessoais
  • Voto seguro
  • Tokens não fungíveis
  • Cadeia de Suprimentos e Logística
  • Proteger a internet
  • Armazenando dados
  • Jogar

À medida que a tecnologia blockchain se torna amplamente aceita, suas aplicações podem se expandir para outros campos. Apesar do debate sobre o futuro das criptomoedas, o blockchain é amplamente visto como revolucionário, refletindo os avanços da fintech.

Um token representando um ativo é uma maneira clara de rastrear a cadeia de propriedade desde a produção ou criação até o consumo.

Blockchain pode registrar fatores especiais sobre ativos e cadeias de propriedade.

As transações instantâneas aumentam a eficiência e a tokenização pode expandir o mercado potencial para muitos ativos e commodities. Cria fungibilidade, a capacidade de substituir ou ser substituído por outro item idêntico. Cada token Bitcoin ou Ethereum é idêntico, levando à fungibilidade.

Por exemplo, cada ação de uma empresa tem o mesmo valor e características. A tokenização pode facilitar a eficiência em todas as classes de ativos em muitos mercados.

De fato, as commodities oferecem uma das áreas potenciais mais interessantes para tokenização, com tokens representando matérias-primas sendo investimentos diretos em itens físicos, enquanto futuros, opções e outras formas atuais de propriedade ou exposição são derivativos.

As 3 principais razões pelas quais as commodities são melhores para a tecnologia Blockchain

Três fatores tornam as commodities padronizadas ideais para tokenização:

  • Liquidez - Os tokens podem ser trocados e representam um ativo subjacente;
  • Disponibilidade - Os tokens podem representar matérias-primas em um local específico e podem ser trocados por ativos físicos;
  • Eficiência - A tecnologia Blockchain e a tokenização criam uma manutenção de registros eficiente e uma cadeia clara de propriedade.

Uma nova empresa estrangeira chamada Atomyze está trabalhando com participantes do mercado para tokenizar e digitalizar ativos físicos para que os usuários possam adquirir, negociar e rastrear mercadorias.

Atomyze é uma empresa privada. É uma das muitas empresas de tecnologia que espalham os benefícios do blockchain por meio de negócios tradicionais e classes de ativos.

No Brasil temos a empresa Token Business, que possui grandes projetos, um no ramo pecuário, a Nelore Coin que nasceu com o objetivo de tornar o investimento em gado mais acessível. Os investidores podem investir qualquer quantidade de dinheiro, e o dinheiro arrecadado com as transações (pelos administradores do Token) é revertido para a criação de gado, outro no ramo imobiliário, a ImovToken que se propõe simplificar e democratizar os investimentos e as atividades voltadas à trading de imóveis no Brasil, para que qualquer investidor mesmo pequeno possa obter retornos com esse mercado que está sempre em ascensão, dentre outros projetos.

O blockchain não apenas aumentará a velocidade e a eficiência, mas também expandirá o mercado potencial para uma vasta gama de ativos, e as commodities não são exceção. A tokenização bem-sucedida anda de mãos dadas com uma cadeia de suprimentos eficiente e aprimorada que pode interagir com a tecnologia blockchain. A tokenização vai além do reino das criptomoedas e tem aplicações de longo alcance.

Hebert Resende Bias

Hebert Resende Bias

Advogado. Pós-Graduado em Direito do Consumidor e Pós-Graduando em Direito Eletrônico. Presidente da Comissão da Jovem Advocacia da 85ª Subseção OAB-SP.

AUTORES MIGALHAS

Busque pelo nome ou parte do nome do autor para encontrar publicações no Portal Migalhas.

Busca