No próximo dia 9, a Editora Noeses lança a obra "Mutação do Conceito Constitucional de Mercadoria", de Simone Rodrigues Costa Barreto. O evento será em SP, na sede da editora, às 19h.

A autora descreve o conceito de mercadoria utilizado pelo constituinte de 1988 na repartição da competência tributária aos Estados, a fim de concluir que, com o passar dos tempos, esse conceito é passível de mutação. Investiga o subsistema constitucional tributário brasileiro, da perspectiva das normas de competência e identifica a utilização, pelo constituinte de 1988, de conceitos, e não tipos, o que torna sobremodo restrita a atuação do legislador infraconstitucional.

Em seguida constata que houve uma mutação do conceito constitucional do signo mercadoria, em face de fatores históricos que influenciam fortemente a atividade interpretativa, de modo que a outorga de competência tributária aos Estados, no que pertine ao ICMS, permite a tributação de bens corpóreos ou incorpóreos, desde que destinados ao comércio. Só se admite tal mutação em virtude de a mesma não esbarrar na competência tributária dos Municípios, adstrita à prestação de serviços de qualquer natureza, excetuados os de comunicação e de transporte interestadual e intermunicipal.

Sobre a autora :

Simone Rodrigues Costa Barreto é mestra e doutora em Direito Tributário pela PUC/SP. Especialista em Direito Tributário pela COGEAE/PUC/SP. Professora dos cursos de Direito Tributário do IBET e da COGEAE-PUC/SP. Advogada.

Confira o convite do evento :

__________

__________

EDITORA NOESES LTDA

Publicado quarta-feira, 25 de novembro de 2015