Leitores comentam linha editorial de meios de comunicação

18/1/2006
José Renato M. de Almeida – Salvador/BA

"O articulista Stephen Kanitz expõe no seu texto 'A questão do referendo', (revista Veja edição 1.938 de 18/1/06) o ideal dos que detém poder nos meios de comunicação: as revistas e jornais devem pensar, refletir e decidir pelos seus leitores. Com a justificativa que os leitores da 'classe média não têm tempo para nada'. Não vai poder analisar, entender e optar pelas inúmeras e diversas questões que se apresentam diariamente à humanidade em geral e, em particular, aos povos, sociedades e comunidades. Esse é o sonho maléfico dos megalomaníacos que controlam as informações no mundo: terem significativa influência sobre uma multidão de leitores zumbis, bem apresentados e articulados, mas cada vez mais dependentes das escolhas feitas pelo grande-irmão, editores e jornalistas. São os leitores menos atentos, em geral jovens inexperientes, que não conseguem conversar sem papagaiar o que leram nas revistas e jornais. A Veja, por mais que tentasse, nunca conseguiu disfarçar suas principais pretensões e objetivos definidos na matriz por seus sócios controladores. E Kanitz, como se deixou convencer a escrever isso?"

Envie sua Migalha