terça-feira, 7 de julho de 2020

ISSN 1983-392X

"O pensamento é livre, como livres são os pássaros, como livres são as árvores ao balanço do vento, como livres são os sonhos dos poetas e livres são os projetos de mundo dos que pretendem construir a utopia. Aqueles que, na sua insanidade, pretenderam subjugar o espírito, puderam impedir que o pensamento fosse manifestado utilizando a censura e, como razão final (ultima ratio), aprisionando os que escreviam o proibido e lutavam por reformas indesejadas pelos donos do poder. A vitória do inimigo da liberdade é sempre provisória. Pode durar cem anos, mas não dura eternamente. O texto proibido hoje será conhecido amanhã. Quando o pensamento encarcerado romper as algemas, sua repercussão será ainda maior para castigo do censor. A História eternizará, com o selo da glória, o nome dos que resistiram. O nome dos que pretenderam domar o espírito será lembrado com desprezo, o mesmo desprezo e asco com que se fala o nome dos estupradores."

João Baptista Herkenhoff - 26/5/2020

Comente

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram