Ética

5/5/2004
Alexandre Tortorella Mandl

"Gostaria de trazer para este site as atrocidades que vêm ocorrendo na Faculdade de Direito da Puc-Campinas acerca do Ensino Jurídico, envolvendo a Ética. Isto pois, o professor titular da cadeira de Filosofia de Direito, Álvaro César Iglesias, vinculou 1 ponto de sua prova à situação econômica (R$ 50,00), em um Congresso do Colégio Brasileiro de Faculdades de Direito, do qual ele é presidente, que se realizou em março, sendo que o fato que resultou na revolta e indignação dos estudantes foi em agosto, quando propôs aos alunos que pagassem a quantia já citada. Assim, os alunos quintoanistas desta faculdade não entraram em sala de aula até agora, sendo que o prazo para reprovação por freqüência já expirou, e 350 alunos estão, teoricamente, reprovados. Isto pois, os alunos se recusam a assistir as aulas do referido professor. Esta lamentável situação apenas reflete como o Ensino Jurídico tem sido visto hoje, onde os alunos não tem espaço para reivindicações e são agredidos pelas arbitrariedades da Instituição."

Envie sua Migalha