MIGALHAS QUENTES

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. Jornal que divulgou resultado errado de loteria deve indenizar suposta ganhadora
Danos morais

Jornal que divulgou resultado errado de loteria deve indenizar suposta ganhadora

Mulher apostou os números 13, 17, 21, 39, 40 e 59 e, na verdade, os números sorteados foram 2, 14, 45, 55, 58 e 60.

Da Redação

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Atualizado às 08:24

A 3ª câmara de Direito Privado do TJ/SP condenou O Estado de S. Paulo a indenizar, em R$ 15 mil, uma mulher que acreditou ter sido contemplada com prêmio acumulado da Mega Sena superior a R$ 60 mi após ver no jornal o resultado errado da loteria com os números que havia apostado.

A autora fez aposta no concurso 1275 da Mega Sena, escolhendo os números 13, 17, 21, 39, 40 e 59. No dia seguinte, adquiriu o jornal e, ao conferir o resultado da loteria, constatou que havia acertado todos os números e, consequentemente, ganhado o prêmio acumulado de R$ 60,9 mi. Ela se dirigiu, então, a uma casa lotérica e foi informada de que o resultado do concurso havia sido outro. Na realidade, os números sorteados foram: 2, 14, 45, 55, 58 e 60.

O Estadão argumentou que a apostadora estava ciente de que o resultado publicado não poderia ser usado para conferência oficial e que poderia estar defasado, por isso, a mulher deveria consultar o resultado oficial no site da CEF.

No entanto, o desembargador Alexandre Marcondes, relator do processo, concluiu que "a responsabilidade do apelado, pelo erro cometido, salta aos olhos". Segundo ele, o jornal tem a obrigação de zelar pela veracidade e confiabilidade das informações que publica.

"O erro cometido pelo recorrido provocou significativa perturbação emocional e alteração do estado psíquico da apelante. Em poucas horas a recorrente passou de um estado de grande euforia a intensa frustração", considerou o magistrado.

Veja a íntegra da decisão.