domingo, 9 de agosto de 2020

ISSN 1983-392X

Prerrogativas

Advogado é preso em Cuiabá e OAB repudia “flagrante violação às prerrogativas”

De acordo com a Ordem, ele foi agredido e detido de forma arbitrária por policiais.

segunda-feira, 9 de julho de 2018

Nesta sexta-feira, 6, o advogado Luciano Carvalho foi preso no exercício da profissão, em Cuiabá. De acordo com a OAB/MT, ele foi agredido e detido de forma arbitrária por policiais do Grupo de Operações Especiais (GOE) ao atender chamado de um cliente, que também é advogado, e teria se envolvido em um acidente de trânsito.

Segundo a Polícia, o advogado tentava impedir que o cliente fosse preso por atropelamento e omissão de socorro. Ele teria soltado um cão da raça pitbull e incitado o animal a atacar os policias.

Diante da flagrante violação às prerrogativas profissionais e da ação truculenta”, a diretoria da OAB/MT, o Tribunal de Defesa das Prerrogativas, membros das comissões temáticas e da Associação Brasileira de Advogados Criminalistas de MT - Abracrim se reuniram com o delegado responsável na manhã de sábado, que informou que o caso será encaminhado à Corregedoria da Polícia Civil para apuração.

"A OAB-MT não vai se calar frente aos abusos ocorridos. Se o policial que tem por dever proteger a população dispensa um tratamento desses a um advogado que está atendendo seu cliente, imagine o quanto sofre a população? Não vamos generalizar, mas vamos pedir punição exemplar”, destacou o presidente da Ordem, Leonardo Campos.

A ação foi registrada em vídeos que já foram encaminhados às autoridades competentes para as devidas providências. O advogado precisou ser encaminhado pelo Serviço de Atendimento Móvel Urbano (Samu) ao Hospital e Pronto Socorro Municipal de Cuiabá (HPSMC).

patrocínio

Advertisement

últimas quentes

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram