segunda-feira, 3 de agosto de 2020

ISSN 1983-392X

Covid-19

Fachin esclarece negativa de domiciliar a Nelson Meurer e diz que prisão não tinha casos de covid-19

O ex-deputado faleceu no último domingo, vítima da covid-19. Ele cumpria pena de 13 anos e 9 meses, pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

quarta-feira, 15 de julho de 2020

Após a morte do ex-deputado Nelson Meurer, vítima da covid-19, o ministro Edson Fachin emitiu nota esclarecendo os motivos que o levaram a negar a prisão domiciliar ao ex-parlamentar.

t

Fachin afirmou que em sua decisão monocrática, não desconsiderou o fato de Nelson Meurer estar no grupo de vulnerabilidade. No entanto, disse que se pautou na realidade apresentada pelo juízo corregedor da penitenciária que o ex-parlamentar se encontrava: não havia ocupação superior à capacidade e existia uma equipe de saúde lotada no estabelecimento.

Além desse fato, o ministro Fachin ressaltou que à época de sua decisão, o juízo da vara de Execuções Penais informou que no âmbito da penitenciária “inexistem casos confirmados de pessoas infectadas com o coronavírus”.

  • Veja a íntegra da nota de esclarecimento

Nelson Meurer

O ex-deputado Nelson Meurer foi o primeiro condenado na Lava Jato pelo STF. Ele cumpria pena de 13 anos e 9 meses, pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

Em junho deste ano, a 2ª turma do STF rejeitou agravo regimental apresentado pela defesa do ex-deputado contra a decisão do ministro Edson Fachin que havia negado o pedido de prisão domiciliar em razão da pandemia do novo coronavírus.

_____________

Para que o leitor encontre as notícias jurídicas específicas sobre coronavírus, reunimos todo o material em um site especial, constantemente atualizado. Acesse: www.migalhas.com.br/coronavirus

t

patrocínio

Advertisement

últimas quentes

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram