segunda-feira, 19 de abril de 2021

MIGALHAS QUENTES

Publicidade

Royalties

Municípios do RJ passam a receber repasses de royalties do petróleo

Outros cinco municípios saíram da ZPS - Zona de Produção Secundária.

segunda-feira, 16 de novembro de 2020

A SPG - Superintendência de Participações Governamentais e a diretoria colegiada da ANP - Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis decidiram que apenas quatro municípios do Rio de Janeiro - Guapimirim, Cachoeiras de Macacu, Magé e Silva Jardim - devem compor a ZPS - Zona de Produção Secundária.

Outros cinco municípios - Miguel Pereira, Vassouras, Paty do Alferes, Rio das Flores e Nova Iguaçu - foram desenquadrados da ZPS.

(Imagem: Pixabay)

(Imagem: Pixabay)

Entenda o caso

O caso teve início em 2007 quando os municípios de Miguel Pereira, Vassouras, Paty do Alferes, Rio das Flores e Nova Iguaçu foram transferidos da Zona de Produção Secundária para a Zona Limítrofe, o que levou a uma diminuição dos valores repassados pelos royalties devidos pela produção de gás natural.

Naquele ano, foram iniciadas duas ações judiciais, que tramitaram inicialmente na Justiça Federal do Distrito Federal e posteriormente no Tribunal Regional Federal da 1ª região. Na ocasião, ficou decidido que a ANP reabrisse o processo administrativo para fazer uma perícia.

Na prática, os valores de royalties devidos na ZPS em vez de serem divididos entre os municípios de Guapimirim, Cachoeiras de Macacu, Magé e Silva Jardim, seriam divididos também entre os outros cinco, totalizando nove nessa modalidade de repartição.

Após nova perícia, foi decidido que apenas os quatro municípios devem compor a ZPS.

O escritório Vanuza Sampaio Advogados Associados atua na causa pelos municípios vencedores.

_______

t

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 16/11/2020 08:42

LEIA MAIS