sábado, 21 de maio de 2022

MIGALHAS QUENTES

fechar

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. Presidente do STF recebe relatório final da CPI da Covid
CPI da Pandemia

Presidente do STF recebe relatório final da CPI da Covid

Agora, cabe a Aras decidir se oferece denúncia contra Bolsonaro e outros agentes púbicos com foro privilegiado citados no documento.

quinta-feira, 28 de outubro de 2021

Na tarde desta quinta-feira, os senadores Omar Aziz, Randolfe Rodrigues, Humberto Costa e Alessandro Vieira se reuniram com o presidente do STF, ministro Fux, para entregar o relatório final da CPI da Pandemia.

O documento tem mais 1,1 mil páginas, que são divididas em 16 capítulos e 29 tipos penais apontados contra 66 pessoas, dentre elas, o presidente Bolsonaro. Agora, cabe a Aras decidir se oferece denúncia contra Bolsonaro e outros agentes púbicos com foro privilegiado citados no documento.

(Imagem: Fellipe Sampaio | SCO | STF)

Audiência com senadores para entrega do relatório da CPI da Pandemia. (Imagem: Fellipe Sampaio | SCO | STF)

Outras frentes

O relatório final será encaminhado ainda ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, e a órgãos como Polícia Federal, TCU e TPI. Os senadores Randolfe Rodrigues e Renan Calheiros anunciaram que as cópias do documento serão despachadas para o Ministério Público em São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal e Amazonas.

Relatório final

Entre os nomes da lista estão o do presidente da República, Jair Bolsonaro, e de quatro ministros: Marcelo Queiroga (Saúde), Onyx Lorenzoni (Trabalho e Previdência), Wagner Rosário (Controladoria-Geral da União) e Walter Braga Netto (Defesa).

Constam ainda, entre as sugestões de indiciamento, os ex-ministros Ernesto Araújo (Relações Exteriores) e Eduardo Pazuello (Saúde). Entre os parlamentares, a lista traz os deputados federais Ricardo Barros, líder do governo na Câmara, Osmar Terra, Carla Zambelli, Bia Kicis e Carlos Jordy, além de três filhos do presidente, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, o senador Flávio Bolsonaro e o vereador pelo Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro.

Também figuram no rol de pedidos de indiciamentos Luciano Hang, Otávio Fakhoury, Carlos Wizard, além da médica Nise Yamaguchi e do virologista Paolo Zanotto, todos nomes apontados como sendo de integrantes de um gabinete paralelo de aconselhamento do presidente na pandemia.

Leia a íntegra do relatório clicando aqui.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 28/10/2021 17:08