sexta-feira, 20 de maio de 2022

MIGALHAS QUENTES

fechar

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. Advogado dá dicas para evitar cair em golpes virtuais
Dicas | Golpes

Advogado dá dicas para evitar cair em golpes virtuais

O especialista alerta para não clicar em links desconhecidos, desconfiar de e-mails com ofertas, entre outros.

domingo, 12 de dezembro de 2021

Com a era digital, é preciso tomar cuidado com a privacidade dos dados pessoais. Não clicar em links desconhecidos, desconfiar de e-mails com ofertas, ficar atentos às entregas em residências e jamais atender quando contatos pedem dinheiro por aplicativo de mensagens são apenas alguns dos passos necessários para evitar cair em golpes.

(Imagem: Freepik)

Golpes de internet(Imagem: Freepik)

Segundo Francisco Gomes Júnior (OGF Advogados), especialista em Direito Digital e Presidente da ADDP - Associação de Defesa de Dados Pessoais e do Consumidor, a cada dia novas fraudes surgem e para que elas se concretizem é necessário capturar dados da vítima em algum momento. Como exemplo, ele cita um golpe ocorrido com falso entregador.

"A pessoa recebeu uma mensagem de uma suposta floricultura, afirmando que ela havia recebido um presente, mas que a entrega deveria ser feita em mãos. Na hora de receber, o entregador disse que precisava de uma 'foto de confirmação' e tirou uma foto da vítima. Minutos depois, outra mensagem chegou: o financiamento de um veículo no valor de 90 mil reais em seu nome."

No caso citado, o falso entregador estava conectado ao aplicativo do banco no momento em que pediu a foto à vítima.

Ao ser questionado sobre quais outros cuidados devem ser tomados, o especialista dá algumas dicas:

  • Não exponha tantos dados nas mídias sociais. "Centenas ou milhares de dados de cada um de nós circulam pela internet. Dados como nome, localização, contatos e fotos são fornecidos por todos nós espontaneamente e com eles as empresas que operam online nos enviam ofertas direcionadas para nossas preferências", diz;
  • Verifique as configurações das redes sociais e limite quem pode ter acesso aos seus dados;
  • Tome cuidado ao postar coisas por impulso ou "na onda do momento".

"Buscando resumir, eu diria que além do já dito sobre dados nas redes, não pagar com cartão em locais duvidosos, não emprestar seu celular para alguém fazer uma ligação, não deixar nem fornecer fotos do seu rosto e não fornecer dados por telefone ou e-mail, sobretudo bancários. É polêmico na era digital anotar suas senhas fora do celular, mas o faça em um caderno que você deixe em casa, é uma medida de segurança caso roubem seu aparelho. Tente também pagar algumas contas em dinheiro, muitos dizem estar em desuso, mas pode ser uma alternativa até que os meios eletrônicos de pagamento como o PIX se mostrem totalmente seguros."

_____

t

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 12/12/2021 07:51