sábado, 28 de maio de 2022

MIGALHAS QUENTES

fechar

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. Fake News: Eletricistas confundidos com ladrões serão indenizados
Dano moral

Fake News: Eletricistas confundidos com ladrões serão indenizados

Dois eletricistas da CPFL tiveram suas imagens divulgadas no grupo de WhatsApp do condomínio como se eles fossem ladrões.

sábado, 22 de janeiro de 2022

Dois eletricistas de Santos/SP receberão R$ 10 mil de danos morais, cada um, por terem imagens divulgadas nas redes sociais como se estivessem envolvidos com roubos em condomínios. A decisão é do juiz de Direito Paulo Sergio Mangerona, que condenou o condomínio por, inicialmente, ter divulgado as imagens para os moradores em grupo de WhatsApp.

(Imagem: Unsplash)

Fake News: Eletricistas confundidos com ladrões serão indenizados.(Imagem: Unsplash)

Na Justiça, os dois eletricistas objetivaram o recebimento de indenização pelos danos morais em razão da divulgação indevida de suas imagens por parte do condomínio, as quais foram veiculadas no WhatsApp com a falsa informação de que ambos, apesar de eletricistas e funcionários de empresa prestadora de serviços à CPFL, estariam envolvidos com roubos em condomínios.

Dano moral

Ao apreciar o caso, o juiz frisou que o condomínio, enquanto proprietário dos equipamentos, tinha o dever de guardar de forma cuidadosa e sigilosa as imagens dos autores captadas através das câmeras de segurança instaladas na sua entrada.

O magistrado relembra ainda o Boletim de Ocorrência do caso, que relata que no WhatsApp os eletricistas foram classificados como "bandidos uniformizados com roupas da CPFL": "inarredável, como se vê, o dano moral causados aos autores", concluiu o juiz.

Para o magistrado, os eletricistas experimentaram intensa aflição, sério dissabor, sofrimento e imensa tristeza causada por conta da divulgação "completamente irregular das suas imagens gravadas por câmeras pertencentes ao condomínio".

Nesse sentido, o juiz julgou procedente o pedido dos eletricistas e condenou o condomínio ao pagamento de indenização, por danos morais, em R$ 10 mil para cada um.

Leia a decisão.

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 22/1/2022 10:07