O que saiu em Migalhas sobre Vasco Botelho
Migalhas

O que saiu em Migalhas sobre Vasco Botelho

/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 14/12/2011

A mim me parece

A mim me parece 1) É correta a repetição, em pleonasmo, de um pronome pessoal oblíquo átono por um tônico. Exs.: a) "A mim me parece que o recurso é intempestivo"; b) "A ela, não lhe ficou a ideia de que estavam dizendo a ver...

...ABC Ltda., 1937. p. 98. 4 Cf. AMARAL, Vasco Botelho de. A Bem da Língua Portuguesa. Lisboa: Ed. da Revista de Portugal, 1943. p. 38. ______
A mim me parece
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 1/4/2009

Através de

Através de 1) A primeira observação que se há de fazer é que deve sempre haver, na referida expressão, a preposição de, e até mesmo configura galicismo sintático sua omissão, como, aliás, lembra Vitório Bergo em seu en...

Através de 1) A primeira observação que se há de fazer é que deve sempre haver, na referida expressão, a preposição de, e até mesmo configura galicismo sintático sua omissão, como, aliás, lembra Vitório Bergo em seu en...
Através de
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 20/6/2007

Dentro em

1) Embora dentro de seja a construção mais comum na atualidade, João Ribeiro também justifica o emprego de dentro em, observando que esta última é a sintaxe mais freqüente nos autores antigos.1 2) Eduardo Carlos Pereira, sem restriçõ...

1) Embora dentro de seja a construção mais comum na atualidade, João Ribeiro também justifica o emprego de dentro em, observando que esta última é a sintaxe mais freqüente nos autores antigos.1 2) Eduardo Carlos Pereira, sem restriçõ...
Dentro em
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 14/2/2007

Dignar-se

1) Quanto à pronúncia de certas formas desse verbo, é de se anotar que, mesmo entre as pessoas cultas, há uma tendência a introduzir uma vogal logo após o g que encerra o radical, nas formas rizotônicas, pronunciando-se diguino, digui...

1) Quanto à pronúncia de certas formas desse verbo, é de se anotar que, mesmo entre as pessoas cultas, há uma tendência a introduzir uma vogal logo após o g que encerra o radical, nas formas rizotônicas, pronunciando-se diguino, digui...
Dignar-se
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 4/5/2005

Despercebido

1) Significa o que não se vê, o que não é notado, aquilo em que não se atenta. Ex.: “Passou despercebida à imprensa a notoriedade do réu”. 2) Não confundir com sua parônima desapercebido, que quer dizer desprevenido, desguarn...

1) Significa o que não se vê, o que não é notado, aquilo em que não se atenta. Ex.: “Passou despercebida à imprensa a notoriedade do réu”. 2) Não confundir com sua parônima desapercebido, que quer dizer desprevenido, desguarn...
Despercebido
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 8/12/2004

De há muito

1) O verbo haver, na acepção de tempo passado, às vezes entra na formação de frases adverbiais. Ex.: “O advogado entrou há pouco na sala de audiências”.2) Em expressões adverbiais dessa natureza, haver não é visto como verbo, ma...

1) O verbo haver, na acepção de tempo passado, às vezes entra na formação de frases adverbiais. Ex.: “O advogado entrou há pouco na sala de audiências”.2) Em expressões adverbiais dessa natureza, haver não é visto como verbo, ma...
De há muito
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 3/11/2004

Uniformidade de tratamento

1) É de regra que, na fala e na escrita, o pronome escolhido para tratamento das pessoas espraie seus efeitos para todos os elementos envolvidos.2) Assim, se se trata o interlocutor por vós, além de concordarem os verbos n...

1) É de regra que, na fala e na escrita, o pronome escolhido para tratamento das pessoas espraie seus efeitos para todos os elementos envolvidos.2) Assim, se se trata o interlocutor por vós, além de concordarem os verbos n...
Uniformidade de tratamento
/coluna/gramatigalhas
quarta-feira, 6/10/2004

Plural de nomes próprios

1) Os nomes próprios – quer marcas, quer prenomes, quer sobrenomes – seguem as mesmas regras dos nomes comuns, no que concerne a sua flexão para o plural: os Alvins, os Andrades, os Cadilacs, os Josés, Os Maias, os Ômegas,...

1) Os nomes próprios – quer marcas, quer prenomes, quer sobrenomes – seguem as mesmas regras dos nomes comuns, no que concerne a sua flexão para o plural: os Alvins, os Andrades, os Cadilacs, os Josés, Os Maias, os Ômegas,...
Plural de nomes próprios
Não há mais resultados para serem exibidos.