Terça-feira, 30 de setembro de 2014 Cadastre-se

ISSN 1983-392X

Gramatigalhas

por José Maria da Costa

Frágeis – Difíceis – Papéis – Por que o acento?

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

dúvida do leitor

A leitora Lenora Bohrer envia a seguinte mensagem ao Gramatigalhas:

"Qual o plural das palavras frágil, difícil e papel? Essas palavras no plural são acentuadas? Se são, por que o uso do acento? Agradeço desde já a resposta. Obrigada."

envie sua dúvida


Frágeis – Difíceis – Papéis – Por que o acento?

1) Uma leitora indaga qual o plural das palavras frágil, difícil e papel. Em seguida, pergunta se são acentuadas no plural. Por fim, quer saber o motivo de tais acentos gráficos.

2) Fixe-se, de início, que as palavras referidas fazem, no plural, respectivamente, frágeis, difíceis e papéis.

3) Frágeis e difíceis têm a mesma razão de acento gráfico: acentuam-se as paroxítonas (aquelas cuja sílaba forte é a penúltima) com ditongo oral na última sílaba (dois sons vocálicos pronunciados em mesma sílaba ─ no caso, ei). Essa regra não foi alterada pelo recente Acordo Ortográfico.

4) Já papéis recebe o acento gráfico, porque sempre se acentua o ditongo aberto (éi), a menos que a palavra seja paroxítona (exceção essa introduzida pelo Acordo Ortográfico de 2008). Exs.: papéis, réis, estreia.

5) Acrescenta-se, por oportuno, que essa última observação vale, em mesmos moldes, para o ditongo aberto ói. Exs.: herói, dói, heroico.

______

Manual de Redação Jurídica
José Maria da Costa

José Maria da Costa é graduado em Direito, Letras e Pedagogia. Primeiro colocado no concurso de ingresso da Magistratura paulista. Advogado. Mestre e Doutor em Direito pela PUC/SP. Ex-Professor de Língua Latina, de Português do Curso Anglo-Latino de São Paulo, de Linguagem Forense na Escola Paulista de Magistratura, de Direito Civil na Universidade de Ribeirão Preto e na ESA da OAB/SP. Membro da Academia Ribeirãopretana de Letras Jurídicas.