Quarta-feira, 24 de abril de 2019

ISSN 1983-392X

Porandubas Políticas

por Gaudêncio Torquato

Porandubas nº 171

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Madonna domina espaços e conversas. Que mulher poderosa. Quanta energia. Quanta ginástica. Quanta força de vontade. Quanto esforço para desfilar as pregas do passado no palanque da modernidade.

Em homenagem à Diva, pinço de Paisagem do Interior, de Jessier Quirino, cancioneiro das plagas nordestinas, esse ligeiro verso:

UTILIDADE PÚBLICA

Perdeu-se galinha fême
Lá nas bandas do Jiqui
Tendo pescoço pelado
Braba que nem siri
Tem o nome de Madonna
E atende por ti-ti-ti
ti-ti-ti
ti-ti-ti
ti-ti-ti


LULA NAS ALTURAS

Luiz Inácio vive as glórias das alturas. As pesquisas mostram uma popularidade só igualada a dos tempos de Sarney por ocasião do Plano Cruzado (lembram-se do confisco do boi no pasto ?). 73% dos brasileiros consideram seu governo bom ou ótimo. O motivo ? Lula age de maneira racional na economia, mas esquenta a alma política no forno da emoção. Esse é o segredo do carisma. O homem é um fenômeno. Vejam o paradoxo : alas do PT falam mal de Meirelles e seus juros altos; as Centrais de Trabalhadores, idem, mas mandam no trabalhismo do país; a "marolinha", que vai se transformar em pororoca, não chegou ainda no bolso do povão. Lula cobre-se com seu manto de teflon, conseguindo, assim, ser o porto onde todos vão aportar e pedir as bênçãos.

O BOLSO VAI APERTAR ?

Pois é, se o dólar continuar nas alturas deverá fisgar migalhas (felizmente não estas que patrocinam a Coluna) que chegam à mesa do consumidor. Preços monitorados pelo dólar afetarão a cesta geral do consumo. A alta do dólar aumentará, por exemplo, os preços da energia elétrica e de remédios. Nesse momento, a chamada crise global será entendida como aperto estomacal. Se Lula, sob essas nuvens mais pesadas, conseguir não se molhar, poderemos abrir o processo de santificação de São Lula Perpétuo de Garanhuns. A conferir.

HERANÇA DE SEVERINO

Severino Cavalcanti, de triste memória, encarnou na alma de Ciro Nogueira, o riquinho deputado do Piauí, que manda presentes caros para os deputados e, agora, promete oferecer uma "consultoria de imagem" aos 513 componentes da Câmara Federal. Ciro brande a espada da independência e, não satisfeito com as artimanhas perpetradas para cabalar votos, ataca o deputado Michel Temer, candidato do PMDB, maior partido brasileiro, à presidência da Câmara. Ciro foi articulador de Severino Cavalcanti. O primeiro gesto de Severino, como presidente da Câmara, foi dar um prazo de 48 horas para o presidente Lula nomear Ciro como ministro do governo. É uma piada vê-lo falar de independência.

GEDDEL PEGA O REVÓLVER

Geddel Vieira Lima, o ministro da Integração Nacional, não é de amaciar situações quando se vê atacado. O PT da Bahia tem prazer em fustigá-lo. Geddel partiu para a contundência. Será difícil conviver com o PT do governador Jaques Wagner. O PMDB pensa em retirar seus nomes da administração petista. Quem não quer antecipar esse rompimento é o próprio presidente Lula. Que vê ameaças à aliança entre PMDB e PT. Geddel é a ponta mais avançada do PMDB na administração federal. Encarna com mais força a imagem do partido do que os ministros Edison Lobão, Hélio Costa ou José Gomes Temporão.

MAIS CASSAÇÕES À VISTA

O colegiado do TSE tende a julgar os casos de governadores denunciados por abuso econômico e uso político das máquinas na mesma linha da decisão tomada em relação ao governador da Paraíba, o tucano Cássio Cunha Lima. Por isso, é bem provável que o governador Jackson Lago, do Maranhão, seja cassado. Há um juiz que acompanhará de perto todos os julgamentos : a opinião pública.

CÁSSIO RESISTE. RESISTE ?

Cássio aguarda o julgamento dos embargos de declaração que apresentou. Tal recurso visa esclarecer obscuridades e omissões. Suas chances de reverter o processo são pequenas. Ele pretende procrastinar a decisão utilizando-se de mecanismos processuais, tais como destituição dos advogados e pedido de vistas do processo por um dos membros do Tribunal. Diz-se que o PCB, autor da ação, teria sido cooptado pelo governador. Ivan Pinheiro, secretário geral do Partido, deverá pedir vistas aos autos para examinar o processo antes do julgamento. O TSE ficará sob a lupa da opinião pública. Cássio espera protelar o julgamento e impedir que José Maranhão tome posse. Se passar a metade do mandado, seu substituto será escolhido pela Assembléia, presidida por seu primo, Artur Cunha Lima. Maranhão dispõe de pareceres que lhe permitirão assumir de qualquer maneira.

FECHANDO POSIÇÕES

Michel Temer ganha esta semana o apoio do DEM e do PSDB. Já tem fechados os apoios do PT, PV, PTB e de partidos pequenos. Faz articulações para pegar a adesão do PSB, onde conta com a simpatia do governador Eduardo Campos e a rejeição de Ciro Gomes. Amarra os apoios com posições na mesa Diretora, diminuindo os espaços para traições na votação secreta. Conta com um trunfo : é presidente do maior partido brasileiro. É inimaginável que o PMDB seja traído, por exemplo, pelo PT. Adeus, aliança de 2010.

POLÊMICA SOBRE A REELEIÇÃO

O prefeito Gilberto Kassab integra-se ao grupo que pretende acabar com a reeleição. Com razão, anota que a cultura política brasileira ainda não está amadurecida para conviver com este estatuto. A reeleição é um passaporte que os eleitores dão aos bons administradores. Mas nas regiões menos desenvolvidas politicamente, a reeleição passa pelo rolo compressor das máquinas em um processo que corrói o conceito de igualdade entre candidatos.

SAINDO PELOS FUNDOS

George W.Bush está deixando a Casa Branca pela porta dos fundos. Quase recebeu uma sapatada, a maior humilhação que uma pessoa pode sofrer no Iraque. Um repórter quase acertou um sapato em sua cara. Em um vídeo, o cão presidencial Barney agradece os americanos pelos 8 anos desse desastrado presidente. Bush, a mulher Laura, as filhas Barbara e Jenna, o genro e os bichos – os cães Barney, Miss Beazley e o gato Willard – são os personagens de um vídeo ridículo e amadorístico.

AÉCIO EM LÁ MAIOR

Aécio Neves, até que enfim, decidiu anunciar que é pré-candidato tucano à presidência da República. Sentiu o crescimento da candidatura Serra. Partiu para a briga. Cerca lideranças de todos os partidos. Sua última conversa foi com Lula. Trocaram figurinhas de todos os tamanhos. Lula gosta de Aécio e Aécio admira Lula. Quem não gosta dessa amizade colorida é o PT.

CIRO EM SI MENOR

Ciro Gomes tem voz, mas não tem votos no PSB. Quem manda no partido é o governador Eduardo Campos. Ciro gostaria de figurar como vice na chapa de Dilma Rousseff. Mas é o próprio Campos que bota olho no lugar. Ciro tem sido contemplado, nos últimos tempos, por derrotas em série.

CRISTOVAM NA UNESCO ?

Foi apenas uma tentativa. O senador Cristovam Buarque é um dos melhores exemplares da nossa fauna política. Culto, educado, caminha pela reta da ética na política. Sonha com o cargo de Diretor Geral da UNESCO. Mas o Brasil não o apoiará. É o que anuncia o ministro Celso Amorim, das Relações Exteriores. Diz que o Brasil não quer indicar um nome para perder na acirrada competição em torno daquele cargo. Cristovam, o senador da Educação, daria uma enorme contribuição à causa da civilização. Quem perde é a Humanidade.

HITLER FALANTE

Hitler tinha o dom da oratória ? Pois bem, recebia aulas de declamação com um ator de terceira categoria de nome Basil.

...NO AMBIENTE PREPARADO

Mas o segredo era o ambiente. No estádio de Nuremberg, logo pela manhã, chegavam os primeiros espectadores. Delegações afluíam. Fileiras de jovens garbosos tomavam a frente da praça. Fanfarras. Gritos. Aclamações. Por volta de 19 horas, chegavam os dignatários do partido nazista. Fase de recolhimento. Comunhão de expectativas. De repente, vôos rasantes de aviões. Barulho ensurdecedor. A galera chega ao auge da emoção. Surgem Goebells e Goering. Depois, imponente, ele mesmo, Hitler. Imensa ovação. Ensaia a voz nos primeiros momentos no microfone. Resultado da encenação : um rastro de destruição e sangue que, até hoje, atormenta a Humanidade.

CANALHAS

Quantos canalhas ainda perambulam por este mundão de Deus inseminando a semente da maldade pela boca da demagogia ? Milhares.

TERCEIRIZAÇÃO NA AGENDA DE TEMER

Michel Temer, presidente do PMDB, ganhou as palmas do empresariado de serviços em dois eventos recentes, patrocinados pelos sindicatos mais fortes e importantes da Terceirização em São Paulo : Sesvesp (segurança patrimonial) e Sindeprestem (serviços gerais). Em ambos, comprometeu-se com a aprovação do PL 4302/98, no início da próxima legislatura, quando espera comandar, mais uma vez, a Câmara dos Deputados. Com pauta congestionada na Câmara e um pedido antigo de Lula para retirar o Projeto, decidiu-se pela inoportunidade de votação deste projeto nesse momento. Chinaglia teria de apresentar para votação, em primeiro lugar, o pedido do presidente.

FLEXIBILIZAÇÃO

Os setores produtivos manifestam preocupação ante a iminência de desemprego em massa. CSN convoca sindicato para rever acordo coletivo e evitar demissões. Armando Monteiro, da CNI, prega redução temporária de jornada e salários. Roger Agnelli, presidente da Vale, pede ao presidente Lula que adote medidas para flexibilizar as relações trabalhistas. Sob pena de ver um rombo nos diques do emprego. O presidente quer incentivar os setores que usam mão-de-obra intensiva. Pois bem, a Terceirização é, por excelência, o setor da mão-de-obra intensiva. O momento seria adequado para se aprovar o marco regulatório dos serviços terceirizados.

MINISTRO LUPI, VÁ AO PALÁCIO

Chegou a hora, ministro Carlos Lupi, de correr ao Palácio do Planalto para levar um PAC DO TRABALHO ou apresentar um Pacto para o Trabalho. Que tal esse PAC-Pacto incluir o PL 4.302 ? Será mesmo que este projeto é conhecido das autoridades ?

A DECOLAGEM DE DILMA

Dizem que Dilma Rousseff, como candidata de Lula, não decolará. Bobagem. Ela já decolou. Vejam. Exibe, hoje, um índice de 10,4% quando tem como adversário José Serra, cujo índice é de 46,5%, segundo a pesquisa Sensus. A dois anos da eleição, ela terá condições de subir a escada das possibilidades. Serra terá o desafio de sustentar a posição. Lembremos mais uma vez : quem começa embaixo, tende a subir; quem está muito em cima, tende a descer.

A POLÍTICA EM TRÊS DIMENSÕES

Vejamos três dimensões da política. É possível distingui-las entre nossos costumes ? Leia abaixo...

CHIMPANZÉ, O ANIMAL EMBRUTECIDO

O conceito de animal político, de Aristóteles, ajusta-se à índole do Chimpanzé. A vida desses macacos está centrada nas relações de dominação-submissão, do poder pelo poder, de alianças e coalizões táticas, de uma rivalidade permanente pelo comando da manada. Quando dois símios se agridem e se ameaçam, um terceiro pode decidir entrar no conflito e tomar partido de um deles. O resultado é a coalizão de dois contra um. Em suma, o estilo Chimpanzé caracteriza-se pelo extremo individualismo da luta pelo poder, hiper-valorização da força e da agressão, egocentrismo. Tem a ver com a nossa moldura político-partidária ?

MAQUIAVEL, O CHIMPANZÉ ALFABETIZADO

No estilo Maquiavel, o chimpanzé é alfabetizado, ajusta os valores à luta cruel e o indivíduo transfere seu objetivo pessoal para um projeto social mais amplo. O chefe – o Príncipe – é importante, mas o projeto, de cunho ideológico, assume importância maior. Princípio geral: na política não há amigos, só aliados e adversários em relação a um fim superior. O extermínio do inimigo é doloroso mas necessário. Urge subordinar os meios à superioridade dos fins. O poder é fonte de privilégios.

GANDHI, O CHIMPANZÉ VIRA HUMANO

O chimpanzé, pelo estilo Gandhi, vira humano. A ética passa ao primeiro plano. O homem tem direitos. O adversário deve ser respeitado. O líder representa o consenso. Busca-se a cooperação. Todas as opiniões são respeitadas. Modéstia e austeridade são duas qualidades inerentes ao líder. O chefe não precisa de força física. A persuasão, o diálogo, a motivação pelo trabalho em comum – são valores da Humanidade. Gandhi diz não haver inimigos. Tampouco teme ser enganado pelo adversário. Confia na natureza humana. Sua lição :

"Um satyagrahi nunca receia confiar em seu adversário. A essência do seu dogma é a fé implícita na natureza humana". O delegado Protógenes pensa assim ?

CONSELHO AOS HABITANTES DO PLANALTO

Esta Coluna dedica sua última nota a pequenos conselhos aos políticos, governantes e líderes nacionais. Na edição passada, o espaço foi destinado aos deputados e senadores. Hoje, volta sua atenção aos habitantes do Palácio do Planalto :

  1. Usando o bom senso, o presidente Luiz Inácio deveria convocar seu ministro do Trabalho, Carlos Lupi, e encomendar estudos com vistas à flexibilização das relações do trabalho.
  2. Entre as medidas urgentes e necessárias, pode ser avaliada a oportunidade da aprovação do marco regulatório da Terceirização.
  3. Urge convocar todos os setores e nichos produtivos e estudar meios e processos para evitar o desemprego em massa.

_________________

Porandubas Políticas
Gaudêncio Torquato

Gaudêncio Torquato (gt@gtmarketing.com.br) é jornalista, consultor de marketing institucional e político, consultor de comunicação organizacional, doutor, livre-docente e professor titular da Universidade de São Paulo e diretor-presidente da GT Marketing e Comunicação.