sexta-feira, 6 de agosto de 2021

MIGALHAS QUENTES

fechar

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. Juíza nega pedido de DJ Ivis para ex-mulher não falar sobre agressões
Violência doméstica

Juíza nega pedido de DJ Ivis para ex-mulher não falar sobre agressões

O músico ainda pedia para retirar do ar matéria de portal de notícias com os vídeos que Pamella postou em seu Instagram.

segunda-feira, 12 de julho de 2021

A juíza de Direito Maria José de Sousa Rosado de Alencar, do Plantão Judiciário de Fortaleza, negou pedido do DJ Ivis para que sua ex-mulher fosse proibida de falar sobre as agressões sofridas. Na tarde deste domingo, 11, Pamella Holanda postou em seu Instagram vídeos que mostravam o músico a agredindo.

(Imagem: Reprodução/Instagram)

DJ Ivis e a ex-mulher Pamella Holanda.(Imagem: Reprodução/Instagram)

Segundo documento divulgado pelo portal Metrópoles, o DJ requereu que fosse retirada do ar a matéria veiculada pelo site e que sua ex-companheira fosse impedida de se pronunciar sobre as agressões sofridas, objeto de ação judicial para medida protetiva.

Na decisão, a magistrada diz que é impossível analisar o pedido e que a concessão de tal pretensão, nos moldes formulados, representaria afronta ao direito fundamental da livre expressão da imprensa.

Segundo a juíza, a falta de veracidade ou eventuais excessos veiculados em matérias de internet deverão ser apurados posteriormente, sendo incompatível com o regime de plantão judiciário.

Diante disso, deixou de acolher os pedidos formulados em tutela de urgência.

O processo tramita em segredo de justiça.

Agressões

Na tarde de domingo, 11, Pamella Holanda, ex-mulher de Iverson Araújo, conhecido como DJ Ivis, divulgou em sua rede social vídeos de câmera de segurança nos quais o músico a agredia com socos, chutes, tapas e pontapés. Na maioria dos vídeos, as agressões ocorreram em frente da filha bebê e de outras pessoas.

Tentando justificar o injustificável, o DJ disse em vídeos publicados no Instagram que ele e a ex-companheira não estavam vivendo uma "relação saudável há algum tempo" e que tentou "fazer de tudo para que isso não chegasse ao extremo".

"Estou aqui para mostrar que não aguento mais isso. Muitas pessoas vão me julgar, mas eu não suportava mais isso, eu recebi chantagens, ameaça de morte com a minha filha. Ninguém sabe o que é isso que eu passei."

Ivis publicou, ainda, um Boletim de Ocorrência que teria feito contra a ex-mulher, alegando que Pamella "não admite de forma alguma o fim do relacionamento" e que "a mesma ameaça se jogar do condomínio e sumir com a filha menor".

Na manhã desta segunda-feira, 12, Pamella se pronunciou nas redes sociais agradecendo o apoio que está recebendo e garantindo que ela e a filha estão bem e seguras.

"Não existe fama, status, dinheiro, posição social, contato ou influência que permita ele de ficar impune. Eu me calei por muito tempo. Eu sofria sozinha com minha filha, sem apoio até dos que diziam estar ali para ajudar, que eram coniventes e presenciaram tudo calados, sem interferir, com a desculpa de que eu tinha que aguentar calada. Não se calem. Não se calem jamais. Eu não vou me calar."

Pamella finalizou ressaltando que o choro hoje era de alívio por ter certeza que "Deus está conosco, que nunca mais vou viver o que vivi e que não preciso mais fingir para ajudar ninguém".

(Imagem: Reprodução/Instagram)

(Imagem: Reprodução/Instagram)

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 12/7/2021 16:23